Matosinhos renova plataforma de interacção

Baseando-se numa matriz tecnológica da Unisys, o município adoptou uma plataforma de disponibilização de serviços e gestão de solicitações dos cidadãos. O projecto enquadra-se já na iniciativa Microsoft CityNext, à qual o fabricante aderiu.

Freguesias de Matosinhos_em 2013O Município de Matosinhos renovou a sua plataforma de disponibilização de serviços online e gestão de pedidos de cidadãos, com adopção de tecnologias da Microsoft, assente numa matriz tecnológica da Unisys: a City Interaction Solution, diz um comunicado do último fabricante. O mesmo anuncia a sua adesão à iniciativa Microsoft CityNext, para qual pretende contribuir com a referida solução.

Um dos principais objectivos do projecto no distrito do Porto foi melhorar a experiência de utilização da interface da edilidade para o cidadãos. Aquela gere milhares de pedidos por dia, desde consultas sobre impostos e benefícios pessoais até actualizações sobre trabalhos em curso em estradas e restrições de tráfego, segundo a nota de imprensa.

O serviço baseado na Internet canaliza estes pedidos, procurando facilitar aos cidadãos o acesso à informação online de que necessitam. Além disso redirecciona os pedidos adicionais directamente para as equipas internas adequadas, tentando garantir uma resposta atempada. “Após a implantação, a eficiência aumentou de forma significativa e o município registou uma redução de 40% no tempo necessário para gerir e responder aos pedidos dos seus cidadãos”, assegura o comunicado.

A solução da Unisys serviu de ponto agregador e normalizador para a estratégia de sistemas de informação do município. O facto de o fabricante ser “Parceiro CityNext” resulta do trabalho realizado e das suas competências nesta área, em Matosinhos e mas também outros municípios e regiões, explica a empresa.

Com a iniciativa CityNext, os dois fabricantes pretendem apoiar os responsáveis das organizações a fazer “novo com menos”.

A Citizen Interaction Solution (CIS) da Unisys, uma proposta de valor conjunta com a Microsoft, é uma matriz que permite estabelecer um relacionamento mais próximo entre organizações e cidadãos, transformando operações e infra-estruturas e acelerando a inovação. Foi concebida tanto para ser implantada em centros de dados dos clientes, como ser disponibilizada em modelo de cloud computing.

É uma solução capaz de suportar múltiplos canais, orquestrando processos de balcão e de back-office racionalizar processos de serviços ao cidadão e de processos internos de governação.

Projectar a transformação das cidades

Através da iniciativa CityNext, a Microsoft e a Unisys pretendem apoiar os responsáveis das organizações a fazer “novo com menos”. O método baseia-se na combinação do poder da tecnologia com ideias inovadoras para interligar governos, empresas e cidadãos com serviços municipais procurando incrementar eficiências, reduzir custos, estimular um ambiente mais sustentável.

“A tecnologia irá moldar as cidades do futuro, através da aceleração da inovação, potenciando novos espaços de conversação e o fluxo de informação entre cidadãos, entidades da administração pública e empresas”, afirma Bart Steukers, director-geral da Unisys para a Europa.

Pela primeira vez na história, mais de 50% da população mundial está a viver em áreas urbanas e estima-se que em 2050 a percentagem rondará os 70%. Este processo de migração em curso cria oportunidades sem precedentes, mas também intensifica problemas como infraestruturas envelhecidas, riscos para a saúde pública e segurança, poluição, crime e tráfego, recorda a Unisys.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado