Investidores internacionais examinam 18 startups portuguesas

Após o evento organizado pela Portugal Ventures, Jon Castor, investidor de Silicon Valley, mostrou interesse em quatro empresas e revelou a hipótese de investir numa delas.

Epifanio da Franca_CEO da Portugal Ventures (DR)_ por Miguel avilaA Portugal Ventures organizou na última sexta-feira a sua primeira reunião para investidores internacionais, potencialmente interessadas em investir nas startups mais promissoras de Portugal. Em parceria com a Leadership, a Luís Barros Ventures e a Espírito Santo Ventures, a organização convidou 18 empresas em fase inicial de evolução, para fazerem apresentações dos seus modelos de negócio e projectos.

A sala esteve cheia de investidores de capital de risco e outros financiadores, de proveniências tão distintas como a China ou Silicon Valley. Deste último pólo mundial de startups, esteve presente Jon Castor, o qual revelou que “poderá” investir numa  de quatro empresas, com as quais pretende manter “conversações de acompanhamento”.

Depois de os representantes de cada empresa terem exposto os argumentos dos seus projectos, foram questionados, à frente da assistência por um painel de quatro investidores experientes.  Muitos dos financiadores no evento oferecem normalmente entre 40 mil a perto de 255 mil euros em troca de uma percentagem da empresa.

No entanto, o financiamento de capital de risco não é para todos: vários empresários defendem que os fundadores de startups devem tentar desenvolver primeiro o seu negócio organicamente, sem ceder quotas em troca de dinheiro.

Promover Lisboa como pólo de startups

A ideia por trás do evento era também promover Lisboa como um centro de tecnologia capaz de rivalizar com os de Londres ou de Berlim, além de oferecer às startups uma oportunidade de angariar financiamento suplementar para expandirem os seus negócios. “Nós sabemos muito bem que Portugal ainda tem um longo caminho a percorrer para se tornar um “hub” [pólo] para o capital de risco internacional e ser reconhecida como um país líder em startups, mas estamos na via para concretizar isso”, afirmou o CEO da Portugal Ventures, José Epifânio da Franca.

O responsável considerou ser “preciso determinação, perseverança e, acima de tudo, a coragem para fazer coisas que levarão tempo para amadurecer, gerar resultados e sucesso”.  E manifestou a vontade da Portugal Ventures de “incentivar e apoiar o empreendedorismo de classe mundial em Portugal e abrir ainda mais a economia do país para o mundo”.

A lista completa da startups presentes e respectivos financiadores:

Auditmark – investidores: Portugal Ventures
Codacy – investidores: Espírito Santo Ventures, Faber Ventures e Portugal Ventures
iClio – investidores: Portugal Ventures
Nutriventures – investidores: Espírito Santo ventures e Portugal Ventures
Tradiio – investidores: Espírito santo Ventures, Exago Ventures
Zuvinova – investidores: Busy Angels, PNV Capital e Portugal Ventures\
Displax: Portugal Ventures
Cside: Portugal Ventures
Domatica: Espírito Santo Ventures
Muzzle: Espírito Santo Ventures, Portugal Ventures, Plug & Play Ventures
Science4you: Portugal Ventures
Zaask: Busy Angels, Portugal Ventures, Shilling Capital Partners
Aptoide: Portugal ventures
Gleam: Portugal Ventures, Faber ventures
Liquid: Faber Ventures, Portugal Ventures
Mychild: Portugal ventures, Naves, ASK
Passworks: Faber ventures, Portugal Ventures
Wizi: ASK, Portugal Ventures

*Actualizada com lista das startups participantes no evento promovido pela Portugal Ventures.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado