Cameron anuncia investimento de mil milhões de euros em ciberdefesa

Grande parte do dinheiro destina-se ao desenvolvimento de novos sistemas, em vez do financiamento de grandes exércitos focados em batalhas terrestres.

David_Cameron_primeiro ministro ingles(cc)O primeiro-ministro inglês, David Cameron, anunciou um investimento superior a 1,3 mil milhões de euros nas forças armadas para combater novas ameaças: a maior parte do investimento ‒ pouco mais de mil milhões ‒ será feito na ciberdefesa.

O pacote financeiro surge depois de o ministério da defesa britânico ter reduzido gastos de outras áreas das forças armadas, incluindo a redução de tropas para pouco mais de 80 mil efectivos. Os gastos na ciberdefesa incidem sobre o desenvolvimento de novos sistemas para ajudar as forças especiais e surgem em vez do financiamento de grandes exércitos para batalhas físicas.

Serão preparados para serem rapidamente implantados em qualquer lugar do mundo. Cameron fez o anúncio durante o Farnborough Air Show, e avançou que será estabelecido um centro de soluções de defesa: o objectivo é reunir empresas e organismos públicos em torno do desenvolvimento de “novas tecnologias de defesa” e da identificação de “futuras oportunidades de mercado”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado