SPA e YouTube firmam acordo

O acordo de licenciamento tem por objectivo permitir aos criadores de música, compositores e autores portugueses e internacionais, adquirirem rendimentos em Portugal através da plataforma.

Jose Jorge Letria (DR)_presidente e CEO da SPAA empresa gestora da plataforma YouTube, com o mesmo nome, e a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) anunciaram hoje um acordo para estimular a criação de música portuguesa e encorajar a presença dos músicos locais no YouTube. “O acordo de licenciamento permitirá aos criadores de música, compositores e autores portugueses e internacionais adquirir rendimentos em Portugal através do YouTube”, diz um comunicado.

Vídeos com trabalhos de detentores de direitos representados pela SPA serão, a partir de agora, pagos em Portugal, segundo a nota de imprensa. Assim, os titulares desses direitos irão receber uma comissão pela disponibilização dos seus vídeos na plataforma, esclarece a SPA.

Segundo esta entidade, as receitas serão geradas quando os anúncios são exibidos em vídeos de parceiros do YouTube.

“Com esta nova fonte de receita, os detentores de direitos da SPA irão também beneficiar economicamente pela utilização das suas criações em termos de audiovisual e de vídeos de música nos serviços do YouTube. Chegar a um acordo com o YouTube é um marco que cria novas oportunidades para os nossos detentores de direitos”, garante José Jorge Letria, presidente do Conselho e CEO da SPA.

“Este acordo irá promover a criação de música portuguesa e permitir aos artistas, compositores e autores receberem rendimentos pelos seus vídeos no YouTube”, afirma Christophe Muller, director de parcerias globais de música do YouTube.

A SPA já tinha anunciado o acordo em Maio passado, para entrar em vigor a 1 de Junho, num comunicado que foi depois retirado do seu site.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado