Tradutor de discurso no Skype ainda em 2014

A Microsoft tenciona disponibilizar uma versão beta da tecnologia compatível com o Windows 8 e usando vários idiomas.

Skype no Windows 8-Microsoft (DR)Até ao final de 2014, a Microsoft planeia lançar uma versão beta da sua tecnologia de tradução da fala no Skype, que demonstrou novamente numa conferência da Re/code. O novo Skype Translator será disponibilizado como uma aplicação para Windows 8, revelou Gurdeep Pall, vice-presidente corporativo para o Skype e Lync num blogue da empresa.

O tradutor automático é resultado do projecto de investigação e desenvolvimento concebido para suportar conversas fluentes entre pessoas falarem em línguas diferentes. É um exemplo das razões pelas quais a Microsoft investe em investigação de base, defende Pall.

A tecnologia foi demonstrada publicamente em 2012 em Tianjin, na China, pelo anterior líder da Microsoft Research, Rick Rashid, cujo discurso foi traduzido de Inglês para Mandarim. Durante a demonstração na última terça-feira, o sistema fez uma tradução “quase em tempo real” de inglês para alemão e vice-versa.

Para isso combinou tecnologias de voz e de mensagens instantâneas, da Skype, com as de tradução de texto do, Microsoft Translator, e de reconhecimento de voz baseada em redes neuronais artificiais. O fabricante planeia adicionar mais idiomas, ainda por revelar, e suporte para uma variedade de computadores e dispositivos que as pessoas usam para ligarem ao Skype, revelou o site Re/code.

A versão beta já envolveu avanços nos sistemas de tradução, reconhecimento de voz e processamento de linguagem, combinados com contribuições de engenharia da empresa e de equipas de investigação dispersas pelo mundo, segundo a Microsoft Research. Equipas desta organização têm colaborado na utilização de redes neuronais artificiais para o reconhecimento de discursos, com vocabulário vasto. A abordagem é terá potencial maior do que as tecnologias de reconhecimento de voz disponíveis no mercado, incluindo as de software de transcrição de voz para texto: exigem uma afinação gradual e um vocabulário limitado para serem precisas.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado