Zon Optimus na Orange Alliance

Integrado no programa para parceiros da empresa franco-britânica, o operador português beneficia do acesso a soluções de roaming internacional e suporte para acordos, consultoria, entre outros, na abordagem ao mercado.

Élie Girard_ vice-presidente executivo sénior de estratégia e desenvolvimento da OrangeA Orange lançou o programa internacional Orange Alliance, ao qual aderiu já a ZonOptimus. O grupo franco-britânico francês pretende, com a iniciativa, aproveitar “as suas melhores práticas e experiência nos mercados internacionais, fornecendo aos operadores de telecomunicações, localizados fora da sua área de actuação, os meios para estimular o crescimento e enfrentar os desafios-chave nos seus mercados domésticos”, explica um comunicado.

Para isso oferece serviços e suporte à medida, e acesso aos produtos do grupo Orange. Com operações em mais de 30 países, inclusive na Europa, África e Médio Oriente, a empresa diz ter desenvolvido o conhecimento e competência necessárias para se adaptar a diversos ecossistemas, diz o documento. “Isso resultou em portefólios específicos de produtos, sistemas e organizações que foram testadas em mercados altamente competitivos”, acrescenta a nota.

Através do programa Orange Alliance, os operadores beneficiam de uma forma “rápida de adquirir o conhecimento e a experiência necessária para responder com eficácia aos desafios apresentados pelos seus mercados”. O programa abrange uma gama de serviços recursos para agir de forma independente, enquanto beneficia do apoio de um Grupo internacional.

Os operadores podem construir seu próprio programa, de acordo com as suas necessidades específicas, e numa abordagem modular sobre um portefólio que inclui, segundo a Orange:

‒ aquisição de plataformas de serviços, comercialização e preços de suporte;
‒ o fornecimento de equipamentos ao cliente;
‒ recursos humanos: acesso ao programa de desenvolvimento de gestão e liderança e outros programas de formação da Orange;
‒ serviços de roaming: acesso a soluções de roaming internacional e apoio a acordos;
‒ serviços de consultoria.

“À medida que cresce, o programa irá formar uma comunidade de operadores que irá beneficiar da nossa estratégia de desenvolvimento e aumentar a visibilidade da Orange em todo o mundo”, diz Élie Girard, vice-presidente executivo sénior de estratégia e desenvolvimento da Orange.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado