Comissão Europeia investe 3,87 milhões no Semeoticons

O projecto envolve o desenvolvimento de um dispositivo semelhante a um espelho capaz de determinar o estado de saúde do utilizador, avaliando dados recolhidos a partir da imagem da cara do mesmo.

Wise MirrorA Comissão Europeia decidiu atribuir 3,87 milhões de euros de financiamento a um projecto de investigação na área da saúde, com a expectativa de contribuir para a prevenção de doenças cardio-metabólicas. O Semeoticons tem como um dos seus objectivos, o desenvolvimento do Wize Mirror: um sistema de monitorização pessoal com formato de espelho. A ideia base do aparelho é que a cara das pessoas revela informações importantes sobre a sua saúde e bem-estar.

O Semeoticons tem como propósito a investigação sobre métodos e ferramentas passíveis de serem integradas em sistemas de monitorização pessoal, diz a coordenadora do projecto Sara Colantonio, do Instituto de Ciências e Tecnologias de Informação, em Pisa. O Wise Mirror “fornecerá orientação personalizada face a estilos de vida inadequados ou perigosos. ”

De acordo com o coordenador científico Giuseppe Coppini, “a idéia central da Semeoticons, é explorar a face como um importante indicador, lendo traços físicos e estado expressivo”. “Vamos projectar e construir um sistema multi- sensorial inovador integrado numa plataforma de hardware com o aspecto exterior de um espelho. Será facilmente instalado em casa dos utilizadores, ou em locais da sua vida diária, tais como centros de manutenção física e nutrição, farmácias, escolas e assim por diante”.

O Wize Mirror deverá recolher dados, principalmente na forma de vídeos e imagens. Serão processados ​​por métodos dedicados para extrair dados biométrico, morfométricos, colorimétrico, e descritores de composição derivados do rosto do indivíduo.

O “índice de bem-estar ” será obtido da integração desses descritores num modelo virtual individual, e servirá para monitorizar a evolução diária da situação do indivíduo. O sistema irá fornecer sugestões e mensagens para promover a manutenção de um estilo de vida correcto ou reduzir hábitos nocivos.

Especialistas médicos vão validar o sistema no que diz respeito à capacidade de as medições serem reproduzidas, sobre a eficácia na detecção de mudanças, também sobre a aceitabilidade por parte dos utilizadores finais . O consórcio Semeoticons inclui dez parceiros de sete países (França, Grécia, Itália , Noruega , Espanha, Suécia , Reino Unido): seis instituições de investigação (TIC e médica), e quatro empresas.

Será coordenado pelo Conselho Nacional Italiano de Pesquisas (CNR), e deverá estar concluído até Outubro de 2016. O seu orçamento total ascende a 5,383 126 milhões de euros.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado