Dell e Microsoft assinam acordo de licenças cruzadas para Android

Os termos do acordo proporcionam “royalties” à Microsoft para a Dell usar o Android e o Chrome OS.

Venue - DellA Microsoft e a Dell assinaram um acordo de licenciamento cruzado de patentes, onde a Dell paga “royalties” à Microsoft em produtos baseados no Chrome OS e no Android, em troca de protecção de patentes.

Por seu lado, a Dell vai licenciar de volta alguma propriedade intelectual (não revelada) relacionada com a consola de jogos Xbox, de acordo com um representante da Microsoft .

A Microsoft assinou um número de licenças cruzadas de patentes com empresas de todos os tipos, cobrindo patentes que a empresa tem afirmado como fazendo parte do sistema operativo Android. Em 2011, por exemplo, a Microsoft assinou um acordo semelhante com a Samsung, além da Acer, Foxconn, Onkyo, Velocity Micro, ViewSonic e Wistron, entre outras.

Representantes da Microsoft e da Dell minimizaram o acordo, chamando-o de um desdobramento natural de um relacionamento de negócio ao longo de 30 anos.

“O nosso acordo com a Dell mostra o que pode ser realizado quando as empresas partilham propriedade intelectual”, disse Horacio Gutierrez, vice-presidente corporativo e conselheiro geral adjunto para a Inovação e Grupo de Propriedade Intelectual da Microsoft, em comunicado. “Temos tido parcerias com fabricantes e fornecedores de tecnologia há muitos anos para elaborar acordos de licenciamento, em vez de estratégias de litígio”.

O que o acordo significa, no entanto, é que como os fabricantes de computadores começam a mover-se para longe da sua tradicional dependência da Microsoft, esta vai começar a fazer valer os seus direitos de patentes. Em 2011, a Dell aparentemente abandonou o seu tablet Streak, significando um fim aparente à sua experiência com o Android. Mas, de seguida, a Dell voltou agressivamente ao mercado no final do ano com a sua nova linha de tablets Venue. A Dell também anunciou um Chromebook, com o sistema operativo do Chrome OS da Google.

A Google, que desenvolveu tanto o Android como o Chrome, ainda tem de indemnizar – ou legalmente proteger – as empresas que usam o Chrome ou o Android. Em 2011, a Microsoft desafiou a Google a fazer exactamente isso mas a Google não respondeu. Representantes da Google não responderam aos pedidos de comentários para este texto.

Embora a Dell agora vá pagar “royalties” à Microsoft pelo uso do Android e do Chrome OS, a verdadeira mensagem é que outros OEMs que optem por seguir os passos da Dell arriscam o mesmo tratamento. Isso pode não incluir a HP, que assinou um amplo acordo de licenciamento cruzado com a Microsoft em 2009.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado