PT adere à Cloud Team Alliance

Federação de clouds europeias conta, para já, com quatro países. Objectivo para este ano é ter entre 15 a 20 organizações.

Cloud Team AllianceA Portugal Telecom (PT) anunciou hoje ter aderido à Cloud Team Alliance (CTA). A operadora holandesa KPN anunciou também esta quarta-feira a adesão à CTA, elevando assim para quatro países com presença na federação europeia de cloud. A CTA foi criada em Junho de 2013 pela Belgacom e pela empresa francesa de infra-estrutura de cloud Numergy (consórcio SFR, Bull e Caisse des Dépôts).

Esta aliança, segundo diz a PT em comunicado, “prevê a criação de uma rede europeia de cloud, capaz de responder às necessidades de empresas que atuam neste mercado”, podendo, potenciar “a criação de sinergias com outros operadores na prestação de serviços cloud, na partilha das melhores práticas e na definição de melhores padrões de serviço”.

A PT considera ainda que “os operadores aumentam a sua cobertura geográfica na oferta de serviços, tirando partido de uma aliança de provisão cloud que oferece flexibilidade e agilidade, assim como uma latência otimizada, estando em conformidade com regulamentações locais (requisitos legais, fiscais e de segurança), garantindo, igualmente, o contacto com parceiros locais”.

O lançamento da CTA visava, segundo o site da PT, ser “uma alternativa real, de origem europeia, às ofertas de players americanos e asiáticos” – à semelhança do que está a suceder com o projecto europeu de open source FI-ware, liderado pela operadora espanhola Telefónica.

No lançamento da aliança, o objectivo inicial era chegar aos clientes com “uma infra-estrutura localizada em França e nos países em que a Belgacom e as suas filiais estão presentes“, passando depois para uma rede europeia alternativa às ofertas americanas e asiáticas.

O desejo, também partilhado pela Comissão Europeia, previa ter mais dois ou três operadores até final do ano passado e entre 15 a 20 este ano.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado