Portugal confirmado como potencial destino de nearshore

A Gartner voltou a classificar o país entre os 14 países desenvolvidos líderes nas oferta e condições de serviços de outsourcing de TI e BPO. A APO assinala a tendência de deslocalização para mercados europeus e confirma haver mais contactos.

José Carlos Gonçalves_presidente da direcção da APOPelo quarto ano consecutivo, a Gartner classificou Portugal como um dos 14 países desenvolvidos líderes para a prestação de serviços offshore de Tecnologia de Informação (TI) e Business Process Outsourcing (BPO), de acordo com a Associação Portugal Outsourcing Portugal (APO). O país é considerado um potencial destino de nearshoring pela Gartner.

O comunicado da APO assinala a perspetiva defendida por alguns analistas internacionais de que se “observa já uma significativa tendência de deslocalização de serviços em offshore para a Europa”. “Não apenas temos vindo a ser contactados com alguma recorrência por empresas multinacionais que procuram o nosso país para a instalação de operações, pedindo-nos apoio na facilitação de informação e contactos com entidades públicas e privadas, como estamos a apostar fortemente em networks internacionais de referência – como a National Outsourcing Association, do UK, e a European Outsourcing Association”, acrescentou Guilherme Ramos Pereira, secretário-geral da APO.

Além dos esforços desenvolvidos pela associação, o presidente da mesma, José Carlos Gonçalves, considera que “a crescente procura por Portugal por parte de empresas multinacionais prestadoras de serviços para a instalação de centros de serviços partilhados muito tem contribuído para o aumento da exposição do país aos olhos dos principais stakeholders globais do sector dos serviços”.

A oferta e as condições do sector português figuram  na lista da Gartner, elaborada pelo analista Ian Marrriot ‒ 30 Leading Location for Offshore Services, 2014 ao lado de outros sete países europeus: Irlanda, Israel, Irlanda do Norte, Escócia, Espanha, Gales e Grécia (pela primeira vez na lista).

“Acabámos de submeter uma candidatura de Portugal/APO aos Annual Awards 2014 desta última entidade, na categoria de European Outsourcing Destination of the Year, o que por si só nos trará ainda mais visibilidade”, revela Guilherme Ramos Pereira.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado