Fundador do Computerworld morre aos 76 anos

Pat McGovern era presidente do IDG, que detém a subsidiária IDC e títulos como o Computerworld ou PC World.

Pat McGovern no McGovern Institute for Brain ResearchO International Data Group (IDG) revelou esta quinta-feira que o seu fundador e presidente Patrick McGovern faleceu no passado dia 19, no Stanford Hospital em Palo Alto, Califórnia (EUA).

“O IDG perdeu um verdadeiro visionário e a comunidade de TI perdeu um dos seus mais excepcionais cidadãos”, disse o recém-eleito presidente do IDG Board, Walter Boyd. “O principal desejo de Pat era para o IDG tornar o mundo um lugar melhor através das tecnologias da informação. Ele criou um ambiente de trabalho único, onde temos uma grande equipa de liderança a postos para garantir que a empresa que criou vai continuar a crescer e prosperar”.

O IDG, de que o Computerworld Portugal faz parte, continuará a ser uma empresa de capital fechado supervisionada pelo seu actual Conselho de Administração (Board of Directors). Walter Boyd, ex-presidente do IDG, foi eleito presidente do Conselho de Administração (“chairman”). Ted Bloom, actual CFO da IDG, foi nomeado presidente e continua como CFO do IDG. Kirk Campbell, presidente e CEO da IDC, e Michael Friedenberg, CEO do IDG Communications Worldwide, continuam a liderar as respectivas organizações.

Segundo Bloom, McGovern “sempre acreditou que cada uma das unidades de negócios do IDG devia ser gerida como uma empresa de forma independente, e essa estrutura e processo vão continuar”.

Carreira dedicada à informação nas TI
Patrick Joseph McGovern – ou Pat McGovern – nasceu a 11 de Agosto de 1937, em Nova Iorque e passou a maior parte da sua infância em Filadélfia.

A sua carreira no mercado editorial iniciou-se quando era estudante no MIT e se candidatou a um trabalho a tempo parcial na Computers and Automation – a primeira revista de informática dos EUA. Após se ter graduado pelo MIT em 1959 em biofísica, passou a editor associado e tornou-se “publisher” associado.

Em 1964, McGovern fundou a International Data Corporation (IDC), agora uma subsidiária do IDG, para proporcionar estatísticas fiáveis sobre o mercado das tecnologias de informação.

Três anos depois, lançou o Computerworld, publicação semanal dedicada a manter os utilizadores de computadores informados sobre a indústria e notícias de produtos. O Computerworld tornou-se a principal publicação do IDG , e em 1972, McGovern exportou o conceito para o Japão, onde lançou a publicação Shukan Computer.

Durante 50 anos, McGovern supervisionou o lançamento de mais de 300 revistas e jornais do IDG e expandiu a rede IDG para incluir mais de 460 sites, 200 aplicações móveis e 700 eventos em todo o mundo. Actualmente, as marcas IDG estão em 97 países e incluem a CIO, CSO, Computerworld, GamePro, IDC, IDG Connect, IDG TechNetwork, IDG World Expo, InfoWorld, Macworld, Network World, PC World ou TechHive.

Investimento pioneiro na China
Em 1980, Pat McGovern estabeleceu uma das primeiras “joint ventures” entre empresas nos EUA e na República Popular da China. Em 1992, criou a IDG Technology Ventures, uma das primeiras empresas de capital de risco na China. Em reconhecimento destas contribuições para a indústria de informação e do capital de risco na China, McGovern foi agraciado com o International Investment Achievement Award no CCTV 2007 China Economic Leadership Award, numa cerimónia em Pequim. Foi a primeira vez que o prémio foi dado a um investidor estrangeiro. McGovern fez 130 viagens à China na sua vida.

Paixão pela investigação cerebral
A 28 de Fevereiro de 2000, o MIT criou o McGovern Institute for Brain Research, possível pela dádiva de 350 milhões de dólares de McGovern e da sua esposa, Lore Harp McGovern. Foi uma das maiores contribuições filantrópicas na história do ensino superior. Os McGoverns imaginavam um instituto cujo objetivo final seria entender o cérebro humano na saúde e na doença.

O prémio Nobel e professor de biologia do MIT, Phillip A. Sharp, foi nomeado como primeiro director, a que se seguiu Robert Desimone em 2004.

Em 2011, foram anunciados planos para fortalecer o instituto com colegas na China, através da criação de três novos IDG-McGovern Institutes nas universidades de Tsinghua, de Pequim e na Normal de Pequim.

Uma vida reconhecida
Em 2008, McGovern recebeu o Robert L. Krakoff Lifetime Achievement Award da American Business Media. Em 2005, recebeu o Lifetime Achievement Award da Magazine Publishers of America e, no ano anterior, o Lifetime Achievement Award da American Society of Business Publications Editors e o Top Innovator in Business Publishing Award pela revista BtoB Media Business. Outros galardões incluíram o The James Smithsonian Bicentennial Medal da Smithsonian Institution, The Entrepreneur of the Year pela Ernst & Young e o Entrepreneurial Leadership Award pelo MIT Enterprise Forum of Cambridge.

Era membro da American Academy of Arts and Sciences e da Corporation do MIT, presidente do McGovern Institute for Brain Research (MIT) e director do Whitehead Institute for Biomedical Research.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado