Critical com volume de 22 milhões de euros procura colaboradores

Depois de crescer 6%, a organização prevê incrementar 30% a sua facturação durante 2014. Ainda no corrente ano, tenciona contratar 50 profissionais para a área de desenolvimento.

A Critical Software registou uma facturação de 22 milhões de euros, valor que espera incrementar 30% durante 2014. A tecnológica portuguesa adopta também a partir de hoje uma nova identidade corporativa: o objectivo é  “responder de forma mais adequada aos desafios crescentes do seu crescimento no mercado nacional e internacional”.

Ao longo de 2013, o volume de negócios acabou por crescer 6%, face ao de 2012, embora  o valor das novas encomendas tivesse aumentado 70%, para os 26,3 milhões de euros. A equipa de colaboradores da empresa recebeu mais 90 colaboradores durante 2013, e em 2014 a Critical pretende contratar mais 50 profissionais, sobretudo para a área de desenvolvimento.

Já no ano passado o investimento em investigação e desenvolvimento ficou acima do 10% do volume de negócios. diz um comunicado da empresa. “A Critical Software está hoje numa posição privilegiada para continuar a ver aumentar as suas novas  encomendas para valores acima dos 32 milhões de euros e alcançando um EBITDA de 13% até ao final  deste ano. Vamos prosseguir com a nossa estratégia de consolidação, investimento e expansão nacional e internacional. Tencionamos reforçar a nossa presença nos sectores onde já estamos  fortemente implantados (aeronáutica, espaço, defesa, financeiro e energia), e apostar em novos sectores como o da saúde, ferroviário e automóvel com ofertas inovadoras”,  afirma Marco Costa, CEO da Critical Software.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado