Portugueses querem saber é da velocidade de acesso

Apenas 18% procurou no NET.mede, da ANACOM, se os fornecedores de serviço bloqueiam ou dificultam o tráfego para certos serviços.

O NET.mede registou uma média de pouco mais de 100 mil visitas por mês, desde que foi lançado no início de Dezembro passado.

O medidor e comparador de velocidades de acesso à Internet, lançado pela ANACOM, obteve 204 mil visitas com a visualização de 561 mil páginas, diz a entidade reguladora em comunicado. Mas, das páginas visitas, só “cerca de 18% são páginas relacionadas com ‘traffic shaping‘, um teste que permite verificar se os operadores estão a utilizar mecanismos de gestão de tráfego de Internet” no acesso a ficheiros Flash ou de BitTorrent.

Para os restantes visitantes, “a velocidade de acesso à Internet foi o principal motivo que os levou ao site”, refere a ANACOM.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado