Profissionais de TI entre os mais procurados para 2014

Programadores com conhecimentos e experiência em linguagens de programação Java, .Net, C# e em sistemas de mobilidade. Consultores e analistas funcionais serão também bastante solicitados para projectos de exportação.

O Guia do Mercado Laboral 2014, da Hays, prevê que os profissionais de TI serão dos mais procurados por entidades empregadoras durante o corrente ano. No global, cerca de 58% das empresas consideram contratar mais colaboradores em 2014 – o valor mais alto desde 2009, segundo a consultora.

No conjunto referente às TI destaca-se a procura de programadores com conhecimentos e experiência em linguagens de programação Java, .Net, C#. Na mesma linha estão os profissionais dedicados a sistemas de mobilidade, segundo a Hays.

As empresas com actividade de exportação de projectos de sistemas de informação, impulsionarão as solicitações de consultores e analistas funcionais, “bastante solicitados”, diz um comunicado da consultora.

78% dos profissionais de TI consideram mudar de emprego

As projecções da Hays estimam que 78% dos profissionais de TI equacionam mudar de emprego já este ano. A mudança poderá passar pelo estrangeiro, já que 85% afirmam ter disponibilidade para sair do país – trata-se da percentagem mais alta de todos os sectores analisados no Guia da Hays, revela o comunicado.

“A atracção e retenção de talento será o grande desafio das empresas em 2014. Portugal não está a conseguir competir com as condições oferecidas por outros países.” afirma Paula Baptista, Managing Director da Hays Portugal. “Por outro lado, 71% dos profissionais no estrangeiro pretendem regressar. Seremos capazes de os reintegrar no mercado português a médio-prazo?”, questiona a responsável.

O Guia do Mercado Laboral tem como base milhares de entrevistas e reuniões realizadas pela Hays, além de inquéritos efectuados junto de cerca de 4000 profissionais qualificados e de mais de 800 empregadores.

Outras conclusões do Guia do Mercado Laboral para o sector de TI:

–Profissionais de TI são os que mais valorizam a oferta salarial e o plano de formação;

– 59% negociaram o seu pacote salarial actual;

– 27% foram aumentados em 2013, e 9% foram promovidos;

– 82% recomendariam o seu empregador actual.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado