Retalhistas europeus mais avançados em Big Data

Mas são menos sofisticados na consolidação dos vários dados do cliente, provenientes de todos os canais.

A adopção da analítica de dados em contexto de Big Data está “mais avançada” entre os retalhistas de média dimensão na Europa do que no mesmo sector norte-americano, considera a AgilOne – empresa de marketing preditivo baseado em cloud computing. É a principal conclusão de um estudo sobre marketing orientado a dados, para o qual a organização auscultou executivos de 70 retalhistas de média dimensão inclui de comércio electrónico.

Os resultados mostram que os retalhistas europeus não estão, necessariamente, a usar análise preditiva de dados, tanto quanto os seus congéneres norte-americanos. No entanto “o seu uso é significativamente mais avançado” , disse a AgilOne .

O estudo pesquisa constatou haver menos retalhistas europeus a usarem modelos de previsão do que aqueles baseados nos EUA. Mas aqueles que utilizam estão a fazê-lo “em mais canais e em mais formas “.

A maioria das empresas de retalho com sede nos EUA está a utilizar apenas modelos preditivos para dados de e-mail, enquanto metade das empresas europeias também está a usar modelos de previsão para os centros de correio directo e contacto. Contudo quando se trata de gerir dados de clientes europeus ficam para atrás na criação de repositórios centrais de dados dos clientes.

Apenas 36% terão feito isso, em comparação com 51% por cento dos retalhistas norte-americanos. Apesar disso, 27% dos retalhistas europeus planeiam desenvolver uma plataforma dessas nos próximos 12 meses.

Os europeus também estão menos evoluídos na interligação e consolidação de dados de cliente oriundos de vários canais num só elemento de identificação do cliente. Apenas 36% dos europeus fazem-no em comparação com 50% dos retalhistas norte-americanos.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado