Ministro da Economia inaugura Accenture Delivery Center

Cerca de 250 profissionais trabalham já na unidade focada em serviços de nearshore, há um ano integrada na rede da multinacional, dedicados a dois tipos de serviços: implantação de sistemas e sua manutenção.

O ministro da Economia, António Pires de Lima, colocou particular ênfase no tema dos recursos humanos no seu discurso durante a inauguração do Accenture Delivery Center. “As pessoas não são um custo, e têm tanto valor quanto a qualidade da gestão da empresa onde trabalham”, sublinhou. O centro de serviços de nearshore arrancou já há um ano, integrado na rede mundial de 50 estruturas semelhantes da Accenture.

Funciona hoje em pleno (razão pela qual agora foi inaugurado, segundo a empresa), com cerca de 250 profissionais, dedicados a dois tipos de serviços: implantação de sistemas e manutenção dos mesmos. Perto de 35% são de exportação e de alto valor acrescentado, destacou o ministro, que condenou modelos de negócio baseados em “pobres salários”.

Antes disso, a coordenadora do centro, Susana Mata, procurou vincar que a oferta do centro não é posicionada pelo preço. Não deixou, no entanto, de destacar a relação preço/qualidade como muito competitiva, assim como a relevância da aposta na formação dos recursos humanos.

Estes estão a servir projectos em 56 países de cinco continentes: Europa, África e Américas (EUA e América Latina). O centro inaugurado esta terça-feira serve o compromisso assumido pela Accenture Portugal, perante a multinacional, de abordar o mercado africano, lembrou José Galamba de Oliveira , presidente da empresa para a organização portuguesa.

Na opinião do ministro da Economia, Portugal está a conseguir criar um cluster relevante na área dos serviços partilhados e de nearshoring, face à satisfação manifestada ao governante por responsáveis estrangeiros de multinacionais sedeadas nos EUA. E o mesmo sugeriu a possibilidade de haver novos investimentos estrangeiros no país durante 2014, para a mesma área.

De acordo com Pires de Lima, operam em Portugal 450 empresas num sector que engloba serviços partilhados, de centros de contacto, e de nearshoring. São responsáveis por 30 mil empregos directos, com um volume de negócios total de 2% do PIB português, avançou. Questionado pelo Computerworld sobre a possibilidade de as empresas de outsourcing poderem esperar uma maior abertura do sector público à contratação de serviços, o ministro preferiu não responder: “a questão tem muitas implicações e ‘nuances’”, argumentou.

Sistemas de Gestão de RH e SaaS como ponto forte

Sobre o Accenture Delivery Center, a empresa destaca a forte especialização em cinco áreas, mas particularmente nos sistemas de gestão de recursos humanos – fruto de experiência e conhecimento reconhecido (na multinacional) no desenvolvimento dessas plataformas – incluindo gestão optimizada de recursos de serviços externos (Field Force Optimization). Outras áreas de especialização englobam os sistemas, de gestão de contratos, e cobranças de portagens e de informação hospitalar.

A oferta de soluções de SaaS para a área de gestão de capital humano é outro dos pontos fortes, segundo a empresa. As competências do centro abrangem aplicações em Java, Microsoft, Oracle e SAP.

De acordo com Susana Mata, a estratégia de evolução do centro passará pela consolidação e expansão da capacidade em sistemas de SaaS e de mobilidade. A responsável quer aumentar também a equipa focada em Business Intelligence e desenvolver uma especialização específica em sistemas para a “economia digital”.

O leque de sectores da economia abordado incluem o da energia, grande consumo, transportes, serviços financeiros, telecomunicações, serviços de saúde ou construção.

Dois terços trabalham para o estrangeiro

De acordo com Susana Mata, dois terços dos 250 profissionais trabalham para clientes no estrangeiro. Em média, 15% estão localizados em instalações dos clientes. Estes estão assim segmentados:
– 43% na Europa;
– 18% em África;
– 18% no Brasil;
– 11% nos EUA;
– 10% no resto do mundo.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado