Mudança de CEO na Microsoft já custou milhares de milhões

Com o CEO da Ford, Alan Mulally fora de cena, as acções da empresa vão continuar a deslizar, prevêem analistas de Wall Street. Bill Gates e Steve Ballmer já perderam milhares de milhões de dólares.

O actual CEO da Microsoft, Steve Ballmer, viu 1,1 mil milhões de dólares “evaporarem-se” do valor do conjunto de acções que possui da empresa: o processo de selecção do seu sucessor arrasta-se e os investidores expressam desapontamento face à aparente opção por um candidato interno.

Desde 4 de Dezembro, dia no qual as acções valorizaram, as acções caíram quase 9%. O valor da participação de Ballmer desceu para 11,8 mil milhões de dolares a partir do meio-dia da última quinta-feira.

O presidente e co- fundador da empresa, Bill Gates, possui um pouco mais de acções, e terá perdido 1,2 mil milhões de dólares no valor da sua carteira de títulos. E são possíveis novos retrocessos nos próximos dias e semanas.

Na última quinta-feira, os analistas da MKM Partners Israel Hernandez e Tyler Radke previram que o preço das acções deverá caia para o limite baixo da faixa dos 30 dólares: gama porque a empresa provavelmente deverá irá seleccionar o seu novo CEO do grupo de actuais executivos da empresa.

A previsão é quase uma repetição daquela feita por Hernandez no início de Dezembro, quando ele disse que o preço das ações da Microsoft cairia se Alan Mulally , CEO da Ford Motor, não fosse escolhido.

Mulally colocou-se fora da corrida terça-feira , quando ele disse à Associated Press querer acabar com a especulação: “Não tenho outros planos para fazer outra coisa senão servir a Ford”, disse. Segundo os analistas, este executivo seria o melhor para cortar custos e livrar o fabricante de operações pouco proveitosas – como fez na empresa onde é líder.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado