NextiraOne reforça estratégia de serviços geridos

A empresa apresentou recentemente o serviço OneCockpit, de monitorização de infra-estrutura de comunicações e TI, disponibilizado a partir do centro de operações de rede do fornecedor.

A NextiraOne está a procurar aproveitar a evolução do sector da TIC para o modelo de cloud computing, e reforçou recentemente a sua estratégia de serviços geridos com o OneCockpit. Trata-se do primeiro serviço desenvolvido pela empresa internamente, de acordo com  Pedro Morão, director de marketing e gestor de desenvolvimento de negócios da empresa, em Portugal.

Numa definição resumida, o serviço possibilita aos clientes uma visão global e em tempo real sobre a rede, gera alertas, disponibiliza informações a acerca de vários aspectos. Assenta sobre soluções de software para serviços, como o ServicePilot e HP.

O serviçoFoi lançado em simultâneo em todos os territórios onde a NextiraOne tem negócio, com o mesmo modelo funcional e de preços. “Temos já cerca de 40 clientes em sete países europeus”, revela Pedro Mourão.

Em declarações para o Computerworld, diz que o tempo de adaptação do serviço às infra-estruturas do cliente demora entre uma a duas semanas.

Computerworld – Como é que o novo serviço serve a estratégia da NextiraOne?
Pedro Morão – A oferta do serviço OneCockpit, o primeiro a ser integralmente desenvolvido dentro da NextiraOne, enquadra-se na estratégia da empresa de alargamento e dinamização da oferta de serviços geridos, permitindo complementar os serviços de suporte “break & fix” com um leque de serviços proactivos de monitorização, reporting e análise de tendências, sobre a infra-estrutura de comunicações e TI dos nossos clientes.

CW – Que desafios de desenvolvimento levantou?
PM – O OneCockpit exigiu o envolvimento de equipas multidisciplinares da NextiraOne durante dois anos, tentando capitalizar no nosso conhecimento tecnológico multi-fabricante, e no conhecimento que detemos dos nossos clientes à escala global. O projecto não se esgota com o lançamento do serviço, uma vez que as tecnologias e infra-estruturas TIC dos nossos clientes continuam a evoluir, havendo um roteiro bem definido de tecnologias e fabricantes adicionais a serem incluídas na capacidade de monitorização do OneCockpit.

CW – Em que se diferencia o OneCockpit?
PM – O serviço OneCockpit possibilita aos clientes uma visão global e em tempo real da rede, geração de alertas para os problemas aquando da sua ocorrência, informações de disponibilidade, desempenho e funcionalidades da infra-estrutura de rede e das aplicações de TI. Adicionalmente disponibiliza informação acerca das tendências de utilização e consumo dos recursos, as quais visam permitir o correcto dimensionamento da rede com base em históricos, tanto sobre novas aplicações, como acerca de redimensionamentos.

As principais funcionalidades consistem na monitorização em tempo real da infra-estrutura de voz, dados e aplicações do cliente. O painel de monitorização disponível é acessível em qualquer PC, tablet ou smartphone permitindo uma visualização intuitiva e de fácil manuseamento.

A informação de indicadores, relativos ao desempenho ou vulnerabilidades com impacto para o negócio são acessíveis apenas com um clique. Em complemento ao sistema de monitorização é disponibilizado um sistema de backup remoto dos equipamentos.

Com o intuito de completar toda esta informação são disponibilizados relatórios de todas as ocorrências e estados dos equipamentos e aplicações da infra-estrutura. Consideramos o OneCockpit como algo inovador uma vez que se trata de um serviço que se entrega a partir do nosso NOC ( centro de operações de rede ).

CW – Quanto tempo demora a implantar?
PM – O serviço OneCockpit não exige a instalação de nenhuma componente em casa do cliente, efectuando toda a recolha de informação e alarmes através duma conexão segura entre o NOC NextiraOne e a infra-estrutura do cliente. Requer sim “customização” em função dos dispositivos a monitorizar, sejam eles routers, LAN switches, controladores WLAN, servidores de comunicações, firewalls, servidores de TI, “datastores” de virtualização ou sistemas operativos. A duração da referida customização dependerá da dimensão da rede do cliente, mas poderá variar tipicamente entre uma e duas semanas.

CW – Como pode o serviço evoluir no futuro?
PM – Como referido anteriormente, esta solução está em evolução contínua, havendo um roadmap bem definido de novas tecnologias e fabricantes a incorporar. Sendo um serviço, é objectivo da NextiraOne que o mesmo esteja permanentemente adaptado à evolução tecnológica e aos requisitos dos próprios clientes.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado