Desentendimentos entre CIOs e CMOs continuam

Em muitas organizações, há benefícios para um maior alinhamento entre os dois grupos – mas isso não tem surtido efeito.

Um estudo da Accenture com 252 CIOs e 405 CMOs mostra que, apesar de anos à procura de um alinhamento entre as duas áreas, a relação ainda é má.

Os executivos de TI preocupam-se mais com a relação entre o marketing e a TI do que os profissionais de marketing: 77% dos CIOs acredita que há uma necessidade de alinhamento, mas apenas 56% dos CMOs sente a mesma necessidade. E poucos estão contentes com as actuais relações. Apenas 11%  dos CIOs e 13% dos CMOs acredita haver colaboração suficiente entre as duas áreas nas suas organizações.

Os resultados desanimam dado que pouco mais da metade dos CMOs (51%) diz que o CIO compreende as necessidades de marketing, enquanto 40% dos CIOs reclama que essas necessidades mudam com muita frequência.

Quase metade dos CIOs (49%) queixa-se também de que o marketing tem adquirido tecnologia por conta própria, desconsiderando as normas da TI. Muitos CMOs argumentam que isso é necessário: 45% querem os funcionários de marketing a controlar dados e conteúdos, sem a intervenção das TI, e 35% prefere comprar o software baseado na nuvem a esperar pelo desenvolvimento feito pelo departamento de TI.

Os dois grupos também se preocupam com coisas completamente diferentes. As principais preocupações dos CIOs são a complexidade e a integração das TI.

A principal preocupação dos CMOs é que as suas empresas não estão a investir o suficiente em canais de marketing digital.

Há benefícios para um maior alinhamento entre os dois grupos nas organizações. Um estudo recente da PricewaterhouseCoopers mostrou que as empresas onde os CIOs e CMOs têm uma melhor relação de trabalho superam consistentemente a média do crescimento das receitas, das margens de lucro e da inovação.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado