Comissão Europeia autoriza 3G e 4G nos aviões

As companhias aéreas poderão fornecer serviço de acesso móvel à Internet, baseado naqueles padrões, mas os passageiros não se livram de pagar roaming, a preços altos.

A Comissão Europeia deu autorização ao fornecimento de serviços de acesso à Internet por 3G e 4G, possibilitando aos passageiros o envio de emails e a navegação na Internet durante os voos companhias aéreas.

“Isso significa que a partir de agora , o espectro para 3G (UMTS) e comunicações 4G ( LTE ) pode ser usado acima de uma altitude de três mil metros . Até agora só o 2G (GSM) era autorizado a bordo das aeronaves em trânsito na União Europeia “, explica a Comissão num comunicado.

Para suportar isso, há novas regras adoptadas para os aviões em trânsito sobre a União Europeia. O anúncio da Comissão surge na sequência de uma decisão da European Aviation Safety Agency (EASA), a qual autoriza a utilização de dispositivos electrónicos pessoais, como tablets, smartphones e e-readers, durante todas as fases de um voo. As regras se aplicam a todos os dispositivos, excepto os portáteis, os quais ainda precisam de ser arrumados durante a descolagem, aterragem e circulação na pista.

A agência conta emitir orientações para a utilização de dispositivos a bordo e sobre o uso de conexões de banda larga móvel, até o final de Novembro. As alterações surgem em resposta à crescente procura dos passageiros, os quais têm mostrado mais interesse em escrever mensagens de texto e e-mails do que em fazer chamadas de voz, diz a Comissão. Segundo a mesma, a quantidade de dados transmitidos a bordo já excede o tráfego de voz.

As companhias vão manter o controlo sobre os serviços que optam por oferecer a bordo, segundo a Comissão. E os passageiros não deixam de ter de pagar taxas de roaming – cujos preços são os mesmos atribuídos a comunicações para o resto do mundo.

(Loek Essers, IDG News Service Amesterdão)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado