Wolters Kluwer nomeia directora-geral para Portugal

Florbela Jorge vai dirigir as operações do fornecedor de software e informação jurídica.

A Wolters Kluwer nomeou Florbela Jorge como directora-geral para Portugal, reforçando desta forma a sua estrutura na Península Ibérica. A nova responsável  tem como principal objectivo promover a implantação das propostas integradas mais avançadas de soluções de software e informação especializada para os profissionais jurídicos e de consultoria, no mercado português.

Para isso deverá aproveitar as sinergias de todas as divisões do negócio e implantando as melhores práticas e plataformas de que dispõe a Wolters Kluwer à escala global. Neste contexto, Florbela Jorge afirma que Portugal alcançou um nível digital muito superior ao de outros países vizinhos”.

“Isto faz com que os nossos clientes não se satisfaçam com qualquer produto; exigem soluções de alta qualidade que combinem informação, software e serviços, que melhorem simultameamente a sua eficiência e produtividade, e que se adaptem à sua crescente necessidade de comunicação, sincronização e mobilidade”, acrescentou.  Florbela Jorge é licenciada em direito pela Universidade Internacional de Lisboa e exerceu a advocacia durante quase vinte anos.

Incorporou-se na Wolters Kluwer em 2005, sendo até agora a directora editorial da companhia em Portugal. Concluiu um MBA Internacional pela Católica Porto Business School / ESADE Business School e um Executive Master em Gestão, pela mesma instituição (Católica Porto Business School), além de ter superado o Programa Superior de Desarrollo Gerencial, pela Universidad Antonio de Nebrija de Madrid (Espanha).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado