Lenovo avalia compra da BlackBerry

A empresa chinesa estará a avaliar a apresentação de uma proposta subindo para três o número de interessados no fabricante de dispositivos móveis. Mas pode haver obstáculos regulatórios.

A Lenovo Group está a considerar fazer uma oferta para concorrer à aquisição do fabricante dos smartphones BlackBerry, de acordo com o The Wall Street Journal. Citando “pessoas familiarizadas com o assunto”, revela que a empresa chinesa terá assinado um acordo de confidencialidade com a BlackBerry – aquele permitirá examinar as contas financeiras da empresa canadiana.

Esta não quis comentar directamente o assunto. Apenas reafirmou o facto de a comissão especial formada para analisar o futuro da empresa, estar a avaliar “alternativas estratégicas”.

“Não temos a intenção de divulgar novos desenvolvimentos no que diz respeito ao processo até aprovarmos uma transacção específica ou concluirmos a revisão das alternativas estratégicas”, disse a empresa num comunicado.

Há ainda um grande número de clientes empresariais e governamentais a usar a plataforma BlackBerry. Por isso, qualquer aquisição deverá provavelmente enfrentar um exame minucioso de entidades reguladoras.

Esse exame pode ser ainda mais melindroso no caso da Lenovo, por ela estar sedeada na China. No ano passado, o House Intelligence Committee dos EUA sugeriram que o uso de equipamentos de rede produzido por duas empresas chinesas , a ZTE e Huawei , poderia representar uma ameaça à segurança nacional dos EUA.

Duas outras organizações já manifestaram interesse na BlackBerry. Uma delas, a Fairfax Financial Holdings, já chegou a um acordo preliminar para adquirir o fabricante por 4,7 mil milhões de dólares. Mas ainda tem de ser finalizado.

Recentemente, Mike Lazaridis, um dos fundadores da BlackBerry , disse estar a trabalhar com um grupo possivelmente interessado em adquirir a empresa.

(Martyn Williams, IDG News Service San Francisco)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado