Grupo Bensaúde centraliza backup

O ROI do projecto está previsto para daqui a 2,5 anos.

O grupo açoriano Bensaúde fez a centralização do seu backup, num projecto baseado em tecnologia Avamar, da EMC. Vários factores contribuíram para o reforço tecnológico, segundo um comunicado:

– as janelas de backup eram demasiado longas (+ de 24h);
– havia demasiado trabalho administrativo de verificação de backups de escritórios remotos;
– os backups dos escritórios remotos eram pouco fiáveis.

“Também a falta de tempo para realizar testes de recuperação, processos e o tempo de recuperação de dados complexo e longo contribuíram para a tomada de decisão de avançar com esta implantação”, explica Paulo Gago da Câmara, da direcção de sistemas de informação do Grupo Bensaude.

Com a consolidação dos backups do datacenter, de acordo com um comunicado, o grupo Bensaúde obteve uma redução substancial das janelas de backup, rapidez de reposição, backup direto offsite dos escritórios remotos, rapidez de reposição de dados ou servidores completos e a possibilidade de replicação dos dados guardados numa localização geograficamente remota. “Com esta implementação da EMC aumentamos a produtividade da equipa de operações de TI, o seu foco em processos de maior valor acrescentado e obtemos um ROI calculado de 2,5 anos”, refere Paulo Gago da Câmara.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado