Spam invade grupos no Facebook

O facto de a empresa não ter políticas rígidas para permitir quem participa nos grupos permite que os spammers aborreçam cada vez mais os utilizadores, esclarece Dan Tynan, jornalista da TechHive.

Há algumas semanas, estava a usar o Facebook no meu iPad quando vi isto no meu Feed de notícias.

Embora o “post” diga claramente que não é para deixar qualquer comentário, escrevi mesmo assim um. Não posso repetir o que disse aqui mas posso garantir que fui veemente.

Houve, de facto, vários textos do indivíduo no meu feed nesse dia – algo que não tinha percebido antes. Como se chegou aqui?

Tem a ver com a forma como o Facebook projectou a ferramenta Grupos. Resumindo: o facto de a rede social permitir que qualquer amigo seja adicionado a qualquer grupo, deixa a porta aberta para os spammers e diz: “entrem”.

Agora, a história completa.

Aparentemente, nalgum momento no mês passado, fui adicionado a um grupo chamado “Shared Your Topics”. Se visitar esse grupo – e eu não recomendo que o faça -, encontrará todo o tipo de pessoas, como o cidadão acima referido.

Também fui adicionado a um outro grupo chamado “Technology News”, no qual os spammers também deixaram mensagens.

Você apenas pode ser adicionado a um grupo por um membro que também está na sua lista de amigos. Mas, uma vez lá, começa a ver as mensagens de pessoas que definitivamente não são seus amigos.

Isto porque, na sua infinita sabedoria, se o Facebook decidiu que se alguém quer adicioná-lo a um grupo “aberto”, então passa a estar incluído. E por “infinita sabedoria” quis realmente dizer “imenso desejo de crescer a sua ferramente Grupos o mais rapidamente possível e resolver os problemas depois (talvez) se pessoas suficientes reclamarem“.

Depois de se ser adicionado a um grupo, o utilizador é notificado pelo Facebook, que alegadamente dá a opção para que se saia do grupo. Mas se perder a breve notificação, está sujeito a receber qualquer spam que alguém queira partilhar naquele Grupo até se sair.

Essas notificações também deveriam aparecer nas actividades da “Timeline”, juntamente com o nome do em-breve-ex-amigo que o adicionou. Mas, em testes que realizei, cerca de metade dessas notificações de Grupos não apareceram – só Deus e Sheryl Sandberg sabem porquê.

Nem o “Share Your Topics”, nem o “Technology News” estão listados no meu registo de actividades, pelo que não sei quando fui adicionado ou quem o fez (embora tenha as minhas suspeitas).

Como já disse, as ferramentas do Facebook para reportar abusadores são notoriamente frustrantes. Você pode denunciar um grupo ou uma pessoa por publicar “conteúdo impróprio”. Pode bloquear a pessoa, o que não impede que o spam seja visto. Ou pode enviar ao utilizador um comentário educado (no meu caso indelicado) pedindo que, por favor, pare o que está a fazer.

Boa sorte com esta última opção. Eu denunciei este tipo e o Grupo em que ele estava há semanas atrás. Nada mudou.

Entretanto, notei que os Grupos abertos aos quais eu voluntariamente aderi estão agora a mudar as suas configurações de privacidade de aberto para fechado. Perguntei a um dos administradores o porquê. A sua resposta foi simples: invasão de spammers.

Se você é administrador de um grupo no Facebook e ele não é fechado, agora é um bom momento para o fazer. É consideravelmente fácil.

Vá à página do grupo, clique no botão Configurações no canto superior direito (no ícone da engrenagem) e seleccione Editar configurações do grupo no menu “drop down”. A partir daí, pode escolher exactamente o quão aberto ou fechado quer que o seu Grupo seja, e o quanto de controlo administrativo quer sobre quem pode aderir e o que podem dizer.

Uma solução melhor seria o Facebook mudar as políticas dos Grupos para torná-los “opt in” (ter de aceitar para entrar num grupo) e não “opt out” (optar por sair), pelo que outras pessoas não poderiam simplesmente adicioná-lo a qualquer grupo que queiram, até que opte por sair.

A rede social deveria também tornar muito mais fácil a denúncia de abusadores, como fez o Twitter. Mas não acho que o Facebook tenha qualquer interesse em resolver este problema. Entretanto, vamos continuar à mercê de palhaços como este tipo.
(TechHive/IDG Now!)



  1. Olá.
    Nos grupos há a opção de apenas permitir a adesão por consentimento do administrador.
    Em grupos problemáticos, julgo ser uma boa opção, já que mudando para fechado, caso o grupo passe os 250 membros, jamais se poderá voltar a abrir.
    Nas opções do grupo tem a opção de apenas administradores podem aprovar adesões, e ha também a outra opção que apenas administradores podem aprovar posts.
    Em vagas de spam, são duas opções a considerar, mesmo que temporariamente.

Deixe um comentário

O seu email não será publicado