Mercado de relógios inteligentes prestes a “aquecer”

Em 2014 serão vendidos mais de cinco milhões unidades em 2014, segundo a Canalys. Para esta consultora o dispositivo constituirá a categoria de produto electrónico mais importante a emergir depois do iPad.

O mercado do relógio inteligente ou “smart watch” deverá ganhar forte dinâmica muito em breve, a julgar pelos números das previsões divulgados pela Canalys esta semana. De acordo com a consultora, o mercado mundial relógio inteligente em 2014 vai ser superior a cinco milhões de unidades vendidas.

A Canalys estima que mais de 330 mil relógios inteligentes foram fornecidos em 2012, principalmente pela Sony e pela Motorola. As previsões representam um aumento de 900% em relação ao fornecimento registado este ano, e os novos operadores para o mercado deverão acrescentar um estímulo.

A Canalys define relógios inteligentes como dispositivos para serem usados como acessórios no corpo, sem serem transportados, com múltiplas funções, e capazes de correr aplicações de computação. Ao contrário de versões anteriores, estes relógios inteligentes prestes a serem disponibilizados deverão fornecer software mais sofisticado, num hardware mais elegante.

A disponibilização de informações enriquecidas, a integração entre vários tipos de sensores e a ligação a serviços de Internet serão as suas principais características. Estes dispositivos não deverão substituir os smartphones inteligentes, mas sim complementá-los como “appcessórios”, disse a Canalys.

A empresa de tecnologia Pebble juntou-se à Sony como líder de mercado em 2013, fornecendo mais de 500 mil unidades este ano. O mercado deverá explodir até o final de 2014, crescendo dez vezes como uma nova geração de dispositivos da Apple, da Google, da Microsoft, da Samsung e de outros fabricantes.

“Os relógios inteligentes será a nova categoria de produto mais importante no mercado de dispositivos electrónicos, dado que o iPad definiu o mercado de tablets”, disse Chris Jones, vice-presidente e analista principal, da Canalys. “As plataformas de software ligadas a relógios inteligentes também será uma grande oportunidade para os programadores, em áreas como a saúde e bem-estar ou do desporto”.

(T.C. Seow, MIS Ásia)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado