Vodafone “compra” na Alemanha, Telefónica vende na Irlanda

O primeiro fez uma oferta de aquisição à Kabel Deutschland e o operador espanhol vendeu a sua filial à Hutchison Whampoa. A Vodafone procura novas fontes de receitas nas comunicações fixas, a Telefónica quis reduzir dívida.

AVodafone planeia adquirir o maior operador de cabo na Alemanha, a Kabel Deutschland, para 7,7 mil milhões de euros. A empresa inglesa procura ganhar competitividade, ao combinar serviços de comunicações móveis, de banda larga fixa e de serviços de televisão, ele disse segunda-feira.

Tirando proveito da banda larga de alta velocidade da Kabel Deutschland e das capacidades de fornecimento de televisão, a aquisição, se aprovada, irá proporcionar à Vodafone com a capacidade de oferecer serviços de comunicações unificadas. Permitir-lhe-á fazer operações de cross-selling no mercado doméstico e empresarial, de acordo com a Vodafone.

A compra deixará o operador do Reino Unido, com 32,4 milhões de clientes de telefonia móvel, 5,0 milhões de subscritores de banda larga e 7,6 milhões de clientes de serviços de televisão na Alemanha, estima o operador.

Vodafone tem ainda a expectativa de a aquisição resultar em redução de custos. O operador tenciona migrar os seus clientes de DSL existentes para a rede de cabo da Kabel Deutschland, sempre que possível: fecha centrais DSL, reduz custo de manutenção e de  desagregação do lacete local.

A redução das receitas de voz e de mensagens estão a forçando as operadoras móveis a procurar novas fontes de receita. Para a Vodafone, redes fixas tornaram-se uma grande parte dos seus esforços para crescer no mercado europeu.

Telefónica encaixa 850 milhões de euros.

Por 850 milhões de euros, a empresa chinesa  Hutchison Whampoa passa a deter a filial da Telefónica na Irlanda. O operador anunciou a operação como uma iniciativa para reduzir dívida: o valor da venda será usado para abater a vívida total da empresa.
(Mikael Ricknäs,IDG News Service)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado