CEO da France Télécom acusado de fraude organizada

As acusações dizem respeito ao seu antigo papel como chefe de gabinete do ministro das Finanças francês.

O CEO da France Télécom, Stéphane Richard, foi acusado de conspiração para fraude organizada, anunciou esta quarta-feira um tribunal de Paris. A acusação diz respeito a supostas actividades antes de se juntar à empresa.

A brigada financeira da polícia francesa prendeu Richard na segunda-feira, a fim de o interrogar sobre o seu suposto papel num escândalo político de há cinco anos. Ele foi acusado esta quarta-feira, de acordo com o site de notícias francesa Reseaux et Telecom.

As acusações contra Richard relacionam-se com uma disputa entre o banco Crédit Lyonnais e o empresário e político francês Bernard Tapie pela venda da empresa de material desportivo Adidas. A disputa foi resolvida por um painel de arbitragem nomeado pelo Ministério das Finanças, resultando num pagamento de 403 milhões de euros a Tapie. Os investigadores querem saber como surgiu a decisão de nomear o painel, e se o processo de arbitragem foi totalmente legal.

Richard foi supostamente envolvido através do seu papel como chefe de gabinete de Christine Lagarde, a ministra francesa das Finanças. Lagarde é directora do Fundo Monetário Internacional, enquanto Richard se juntou à France Télécom em Setembro de 2009, tornando-se presidente do conselho e CEO em Março de 2011.
(Peter Sayer, IDG News Service)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado