Teses em formato electrónico

Assembleia da República recomenda validação de documentos electrónicos, em norma aberta, substituindo a sua entrega em papel.

Trabalhos, teses e dissertações do ensino superior apresentados em versão electrónica devem ser considerados válidos na sua entrega, propõe uma resolução hoje publicada em Diário da República.

A “criação de um regime de suficiência do documento electrónico”, para garantir a “produção, publicação, transmissão e armazenamento dos documentos eletrónicos”, deve ainda ser gratuito para os estudantes,

A resolução propõe ainda que se “potencie a partilha do conhecimento produzido e publicado em documento eletrónico resultante de teses, dissertações e trabalhos universitários, através de plataforma eletrónica própria e homogénea a todo o sistema de ensino superior, de acesso gratuito, garantido e profícuo”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado