Google lança novo fundo de investimentos para tecnologia

O fundo, Google Capital, pode significar que a empresa planeia alguns grandes investimentos.

A Google está a lançar um novo fundo através do qual vai fazer investimentos num último momento em empresas de tecnologia, revelou um executivo da Google na quarta-feira.

O fundo, que será chamado de Google Capital, será anunciado este Verão, mas já fez três investimentos até ao momento, disse Mike Pearson, sócio (“partner”) da Google Capital, na conferência Red Herring 2013 em Monterey, Califórnia.

A Google já opera um fundo, o Google Ventures, através do qual se investe em “startups” de trabalho em áreas como computação móvel, jogos, Big Data e ciências da vida. A Google Ventures já financiou mais de 150 empresas até à data, incluindo a Nest e a DocuSign.

Embora a Google Ventures tenda a fazer investimentos num estágio inicial das empresas, o novo braço de investimentos, o Google Capital, será voltado para o “lado de crescimento do mercado”, disse Pearson durante um painel na conferência.

“Há uma grande quantidade de pessoas lá fora a fazerem coisas incríveis e nós devemos ser capazes na Google de os alavancar”, disse.

Pearson não identificou as empresas em que a Google Capital já investiu, mas disse que o fundo o irá fazer em áreas adjacentes ao negócio da Google, incluindo potencialmente a infra-estrutura de Internet e o vídeo digital.

O fundo não foi formalmente anunciado e uma “festa” está prevista para o Verão, disse Pearson. Ele não revelou o tamanho inicial do fundo ou forneceu qualquer outro detalhe.

Em Novembro, a Google Ventures anunciou que um aumento do seu fundo para 300 milhões de dólares por ano. Os fundos de risco tendem a fazer investimentos menores nas empresas, enquanto os fundos de capital por vezes podem investir valores significativamente maiores.

“O Google Capital é uma decisão muito inteligente” para a Google, de acordo com Ivan Nikkhoo, director da Siemer & Associates, que garante aumentos de capital e outros serviços de consultoria financeira para empresas de tecnologia.

Nalguns casos, outras empresas adquiriram as empresas em que a Google fez investimentos num estágio inicial, disse ele. O Google Capital poderia fornecer à Google uma forma de ter mais controlo sobre as empresas em que a Google Ventures investe. “A Google quer ter a certeza de que está lá para o ciclo de vida da empresa”, disse Nikkhoo. “Eles querem ter a certeza de que controlam os activos estratégicos ao longo do caminho”.

O fundo pode concentrar-se em áreas como comércio móvel, serviços baseados em localização, ou tecnologias de distribuição de conteúdos mais personalizados e resultados de pesquisas, disse ele. A Google está a tentar fornecer resultados mais “contextualizados” de pesquisa com serviços como o Google Now.

Um dos projectos actuais da Google Ventures é o Glass Collective, para financiar “startups” que estão a querer construir produtos para o sistema de realidade aumentada Google Glass. Outros investimentos foram feitos na RetailMeNot, TuneIn e Pocket.
(Zach Miners/IDG News Service)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado