“Integração de dados em BI deve ser feita em consenso”

Durante um evento da APDSI, a docente do ISCTE, Elsa Cardoso, alertou para a necessidade de os gestores de projecto responsáveis pela implantação de sistemas de BI terem grande capacidade de liderança.

Na implantação de sistemas de BI, a “integração de dados deve ser feita em consenso” entre as várias partes gestoras de uma organização, defendeu Elsa Cardosom docente do ISCTE, em declarações para o Compurterworld – depois da sua intervenção na conferência da APDSI sobre BI na administração pública. Nessa linha, a professora académica traçou o perfil mais adequado para um gestor de projecto de implantação de um sistema de BI.

Primeiro tem de ser um gestor com conhecimento sobre a tecnologia, mas ciente dos desafios do negócio. Além disso, é importante que tenha “fortes capacidades de liderança e de negociação”, útil para facilitar o consenso na integração de informação. Deve ser também “muito forte na modelação de dados”.

Como uma das principais tendências no meio do BI, Elsa Cardoso aponta adopção cada vez maior frequente de desenvolvimento com método Agile de repositórios de dados (Data Warehouse). O objectivo é conseguir o desenvolvimento cada vez mais rápido dos mesmos explica a docente.

A mesma não se esquece de salientar o fenómeno Big Data, com a emergência de dados não a grande velocidade mas de carácter não estruturado – um factor mais importante do que a velocidade, na visão de Elsa Cardoso.  Questionada sobre se ainda faz parte falar do papel do instinto na gestão ou nos negócios a professora universitária admite que ele tem lugar da “liderança”.

“Mas se eu estiver a navegar no mar alto, prefiro ter um mapa”, diz para ilustrar a necessidade de basear a gestão em dados fiáveis e informação de qualidade.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado