PHC procura estimular parceiros e clientes

O fabricante apresenta resultados de um inquérito segundo os quais 42% das empresas portuguesas estão a aproveitar a actualização do software de facturação para acrescentar novas funcionalidades à plataforma tecnológica de gestão.

Um estudo da PHC, diz que 42% das empresas portuguesas inquiridas aproveita as actualizações de software para adicionar módulos e funcionalidades às soluções. O fabricante procura mostrar ao seu canal uma oportunidade de negócios acrescida inerente à actualização do software de facturação nas organizações, que procuram garantir a conformidade fiscal.

Mas pretende também estimular a procura. Para o director-geral da empresa, Ricardo Parreira, “fazer a actualização só para cumprir obrigatoriedade fiscal é um desperdício”.

De acordo com o responsável, entre os clientes que aproveitaram o projecto de alterações notam-se duas tendências principais:
– uma centrada na adopção de mais funcionalidades para gestão de processos de negócio, em particular através de soluções de workflow;

– outra envolvendo a  implantação de ferramentas de BI.

Os processos de actualização são boas oportunidades para  melhorar processos visando ganhar flexibilidade de adaptação, diz Ricardo Parreira. A adopção de mais funcionalidades foi mais frequente entre as organizações dos sectores da indústria (71%), da distribuição (57%), dos transportes (56%) e da hotelaria (55%).

O estudo, denominado ”Empresas Darwin”, baseou-se num inquérito  a responsáveis de 302 empresas, 200 são clientes ou parceiras PHC. Os inquéritos foram realizados no período entre 8 e 19 de Abril de 2013.
Outras conclusões do estudo:
– 80% das empresas inquiridas mostraram estar devidamente informadas sobre as alterações fiscais que vão entrar em vigor no primeiro semestre deste ano.
– 91% das empresas inquiridas referiram ter tido o tempo necessário para preparar as suas plataformas para a nova realidade. É nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Norte que se encontra a grande maioria das empresas que assume uma boa preparação para os desafios do novo panorama legal;

– Quando questionadas sobre a importância que o software de gestão tem para a conquista de capacidade de resposta, 72% das empresas consultadas, numa análise integrada de valores, apontam com as melhores três notas atribuíveis no estudo: entre 8 e 10;

– Quando questionadas sobre a importância do software de gestão como factor de melhor capacidade de resposta (nota de 1 a 10), 42% das empresas dão nota máxima às soluções de software (10), sendo que 73% das organizações consultadas atribuem uma nota entre 8 e 10;

– Nas organizações de mais de 200 colaboradores, todas as empresas consideram “importante” ou “muito importante” a utilização de software de gestão (notas 8 a 10). 57% destas empresas dão nota máxima na hierarquia de valores proposta pelo Estudo;

– Nas empresas com menos de 50 trabalhadores, 43% das inquiridas atribuem nota máxima à importância do software de gestão;

– O software de gestão é particularmente reconhecido como potenciador desta capacidade de resposta no sector da Saúde, onde 75% das empresas atribui nota máxima (10) a soluções desta natureza.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado