MeiosTec fecha primeiro projecto em Moçambique

A empresa implantou centro de contactos na Autoridade Tributária do país num projecto com a participação da CilNet e da MD Consultores.

A MeiosTec firmou a sua expansão do seu negócio para Moçambique ao implantar um centro de contactos na autoridade tributária do país. É também reforçada a sua estratégia de internacionalização e criação de valor em termos globais – a empresa já desenvolve actividade em Angola.

Actualmente o negócio além-fronteiras já representa 40% da facturação da empresa e até ao final do ano o objectivo é fixar-se nos 50%, de acordo com um comunicado. Em 2011 a empresa registou um volume de negócios de três milhões de euros, mas em 2012 o valor caiu 20% “devido à conjuntura portuguesa”.

Para este ano, o valor de encomendas rondará um montante de dois milhões de milhões em Angola e cerca de quatro milhões em Moçambique. O primeiro projecto da empresa em Moçambique, deverá permitir consolidar o acordo tripartido entre a MeiosTec, a CilNet e o parceiro moçambicano MD Consultores, que participaram no projecto.

A intenção destas entidades é criar uma empresa de capitais mistos, um objectivo a concretizar a médio prazo. Com a duração de 120 dias, o projecto na entidade fiscal consistiu na implantação de um centro de contacto com base em tecnologia Cisco. A empresa está sobretudo a abordar o sector público, em Moçambique.

“Estamos muito satisfeitos com a realização deste primeiro projecto em Moçambique, um indicador que o processo de internacionalização está a correr em linha com a estratégia definida”, de acordo com Luís Pereira, administrador da MeiosTec.

Recentemente a empresa aumentou o capital social com o objectivo de reforçar os capitais próprios da sociedade visando suportar os investimentos associados ao processo de internacionalização, principalmente para Angola e Moçambique.

A longo prazo, diz o comunicado, a empresa pretende abordar novos países da África interior. Angola e Moçambique podem funcionar como plataformas privilegiadas de comunicação para estas geografias.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado