CeBIT 2013 em balanço: SDiLab

China, Grécia e Chipre constituem mercados para os quais a empresa estabeleceu acordos de OEM, envolvendo a instalação do software de gestão ETPOS em equipamentos de hardware.

A participação na CeBIT 2013 era a grande aposta na estratégia de internacionalização da SDiLab, empresa tecnológica de Braga. O balanço “não podia ser mais positivo”, de acordo com a empresa. “Concluímos a feira com excelentes perspectivas de negócio, nomeadamente o estabelecimento de acordos OEM para instalação do ETPOS em equipamentos para venda em países como a China, Grécia e Chipre”, revela o director comercial, Paulo Marques.  O ETPOS é o software de gestão desenvolvido pela empresa.

“Esta perspectiva concretizada coloca o ETPOS num patamar de números extraordinários, equipar um grande fabricante asiático é colocar automaticamente o nosso software numa escala planetária”, continua o executivo. Software já está actualmente a ser distribuído, numa versão de demonstração, em equipamentos na Malásia.

Um dos objectivos da organização era captar investidores interessados em desenvolver software específico para arquitecturas de hardware ARM ou interessados em licenciar software para pré-instalar no seu equipamento. Assim, além desenvolver contactos, a presença da empresa na feira passou por demonstrar a capacidade da empresa em instalar o ETPOS em equipamentos com processadores ARM.

Exemplo deste tipo de equipamentos é o ETPLUS, equipamento portátil de facturação, concebido pela empresa do Grupo José Pimenta Marques.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado