Windows 8 pior que Vista pelo terceiro mês consecutivo

O sistema operativo está a ter pior desempenho do que o Vista. No quarto mês disponível, o Vista estava em cerca de 4% de todos os PCs mas o Windows 8 está em apenas 3%.

O ritmo de adopção do Windows 8 desacelerou em Fevereiro, pelo terceiro mês consecutivo, disse a empresa de análise Net Applications.

A quota de uso do Windows 8 em Fevereiro – incluindo o que a empresa rotula como dispositivos tácteis para o Windows 8 e RT – foi de 3% de todos os PCs com Windows, acima dos 2,6% de Janeiro. O pequeno crescimento percentual em Fevereiro foi menor do que o ganho em Janeiro, que por sua vez foi menor do que em Dezembro ou Novembro.

O novo sistema operativo também ficou ainda mais atrás do ritmo de adopção do Windows Vista em 2007: no seu quarto mês disponível, o Vista estava em cerca de 4% de todos os PCs com Windows. A diferença percentual entre o Vista e o Win8 foi a maior, até agora, no registo que a Computerworld faz.

Esta nova tendência reforça a crença de muitos analistas de que o Windows 8 terá muita dificuldades em tentar ganhar força devido a vários factores: primeiro, os utilizadores não são atraídos pela abordagem de dupla UI (interface de utilizador) do sistema operativo e, segundo, as vendas de PC foram derrotadas pela mudança para os tablets e smartphones, com a maioria a ter sistemas operativo rivais.

A trajectória de adopção inicial do Windows 8 também torna mais provável que o novo sistema operativo seja rotulado como um fracasso ainda maior do que o Vista, que foi amplamente rejeitado pelos utilizadores, que ficaram com o mais velho XP até chegar o Windows 7. A absorção deste último foi um passeio em relação ao Windows 8 ou ao Vista: até ao final do seu quarto mês no mercado, o Windows 7 tinha acumulado uma quota de 9,7%, mais de três vezes a do Win8.

Mesmo a inclusão do toque e a capacidade do novo OS funcionar em tablets não o ajudou. A medição da Net Applications dos utilizadores que usam o Windows 8 pela interface “Metro” aumentou apenas 0,2% no mês passado, enquanto que para o Windows RT permaneceu estável.
(Computerworld/IDG Now!)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado