Apple ultrapassa HP como maior fabricante de PC (contando os iPads)

Canalys define tablets como PCs e aponta que as vendas de computadores em todo o mundo aumentou 12% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Se os tablets forem considerados “computadores pessoais”, a Apple é a maior fabricante mundial de PCs, de acordo com a empresa de estudos de mercado Canalys.

Esta revelou na semana passada que um em cada seis PCs vendidos no quarto trimestre de 2012 foi um aparelho da Apple, e a maioria destes eram tablets iPad. A consultora define tablets como PCs e disse que as vendas de computadores em todo o mundo aumentou 12% em relação ao mesmo período do ano anterior, no último trimestre, chegando a 134 milhões de unidades.

Os tablets foram responsáveis por cerca de um terço dessas vendas, disse. Pela contagem da Canalys, a Apple é a maior fabricante de PCs, à frente da Hewlett-Packard, que é a número um entre os que separam os tablets dos desktop e laptops tradicionais.

Alguns analistas foram críticos quanto à inclusão de PCs e tablets na mesma categoria. “Eu não concordo com isso. Tablets não são PCs”, disse Zeus Kerrevala, analista da ZK Research. “Eles têm finalidades diferentes, cargas de trabalho diferentes. São como camiões e carros. Ambos o levam a lugares, mas são projectados para diferentes cargas de trabalho”.

Jack Narcotta, analista da Technology Business Research, disse que o relatório da Canalys pode não estar errado, porque tablets, desktops e laptops estão intimamente relacionados de muitas maneiras.”Se definir um PC como sendo um dispositivo a partir do qual se acede, lê, escreve e envia e-mails, navega na Web, joga e faz streaming de música e filmes, então, sim, concordo com a avaliação” que os tablets são PCs, disse. “O uso diário do desktop sobre a secretária ou o notebook em cima da mesa de café que estamos acostumados a ver está em transição para os tablets. O factor de forma, não a função, é que define o que é um PC”.

A empresa de análise disse que a Apple vendeu 27 milhões de unidades de PCs e tablets no quarto trimestre, enquanto a HP vendeu 15 milhões, 200 mil a mais do que a terceira fabricante, a Lenovo.

A Canalys não respondeu a um pedido de comentário sobre a sua decisão de incluir tablets no relatório sobre as vendas de PCs.
(Computerworld/IDG Now!)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado