Contratação de pessoal para TI em ascensão

Quase o dobro dos CIO estão a planear expandir os seus departamentos de TI no próximo trimestre, em comparação com o número registado há três meses, de acordo com a Robert Half Technology.

Perto de 17% dos CIO, à escala mundial,  afirmam pretender expandir os seus departamentos de TI, no 1 º trimestre de 2013, mais 9% em relação ao trimestre anterior, e quase do que há três meses, de acordo com um estudo. No mais recente estudo da empresa de recursos humanos do IT Hiring Index and Skills Report, apenas 9% prevê executar cortes no primeiro trimestre.

Os restantes 75% dos CIO pretendem manter os seus níveis de pessoal actuais. O aumento líquido de 9% previsto para as contratações, evidencia um aumento de seis pontos percentuais face aos números previstos do último trimestre.

Para esses departamentos de TI que estão a contratar, descobrir o talento certo pode ser difícil: 63% dos 1400 CIO entrevistados disse que é um pouco ou muito difícil encontrar profissionais qualificados hoje (no trimestre anterior este grupo era de 54%). A administração de base de dados é o conjunto de competências com maior procura, e foi citada por 48% dos CIO.

A gestão de rede e desenvolvimento para a web incluindo o desenho de sites, foi citado por 47% e 33% dos CIO, respectivamente. A maioria dos CIO entrevistados estão optimistas sobre os negócios nos próximos três meses: 87% expressaram confiança nas perspectivas de crescimento para as suas empresas, em comparação com 91%, que manifestaram essa confiança sobre o quarto trimestre de 2012.

Por sector, os CIO do segmento da indústria da manufactura prevêem contratar mais, com 26% a planear uma expansão dos seus departamentos de TI. “Os CIO estão a evidenciar uma maior procura por profissionais de TI, no primeiro trimestre, procuram especialmente aqueles com competências em áreas ‘quentes’, tais como o desenvolvimento de aplicações e segurança de TI”, disse John Reed, director executivo sénior da Robert Half Technology, num comunicado.

“No início do ano, muitas vezes vemos um aumento da contratação de pessoal, pois os orçamentos foram aprovados e as organizações são agora capazes de contratar pessoal adicional”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado