Estratégias e recrutamento para Big Data são prioridades

A Gartner considera que na actividade das empresas em 2013, a definição e adopção de uma estratégia de Big Data, assim como a contratação de recursos humanos para o mesmo fim, serão temas dominantes.

Muitas organizações globais não conseguiram implantar uma estratégia de gestão de dados, mas terá de o fazer conforme os líderes de TI comecem a precisar de suportar grandes volumes de dados, em maior velocidade e variedade – diz um trabalho do Gartner. No seu “Predicts 2013: Big Data and Information Infrastructure”, realizado por cinco analistas, a empresa alerta para a urgência de as empresas implantarem uma estratégia organizacional e funções de especialistas para lidar com o fenómeno Big Data.

“A disponibilidade de competências para suportar casos de Big Data já é um problema “, considera o relatório. ” E isso não deve melhorar no curto prazo”.

A Gartner prevê que, até 2015, a procura por recursos humanos relacionada coma Big Data levará à criação de 4,4 milhões de empregos globalmente. Mas apenas um terço dos postos de trabalho será preenchido.

“Os utilizadores corporativos estão a exigir que os resultados de análise de dados sejam integrados nas suas operações diárias”, diz o estudo. De acordo com o mesmo, ao longo dos próximos 24 a 36 meses um dos grandes desafios que as organizações terão de enfrentar será o recrutamento, retenção e desenvolvimento de pessoas com competências avançadas de gestão e análise da informação.

Essas funções incluem cientistas, líderes de dados de informação, administradores de dados, directores de dados e arquitectos de informação.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado