Dados em mobilidade impulsionam crescimento do PIB

Um estudo divulgado pela GSMA e a Deloitte, dizem que um aumento de 100% do uso de dados móveis gera um aumento de 0,5% no PIB per capita.

A GSMA e a Deloitte divulgaram dados segundos os quais os países com níveis mais elevados de uso de dados suportados por comunicações de 3G tiveram aumentos até 1,4% no seu PIB per capita. Além disso, um aumento de 10% na penetração dos serviços 3G, face aos de  2G, resultam num crescimento de 0,15% no PIB per capita.

Nos mercados em desenvolvimento, por cada incremento de 10% na penetração da utilização da mobilidade a produtividade tem aumentos de 4,2%. O estudo, “Qual é o impacto da telefonia móvel no crescimento económico?” está baseado em investigações sobre a utilização de dados móveis em 14 países, realizadas pela Cisco Systems.

Usa também dados de um trabalho da Deloitte sobre o impacto das comunicações móveis na produtividade em 79 países e o impacto da penetração da tecnologia 3G em 96 países. “O desenvolvimento dos serviços de dados tem o potencial de impulsionar o desenvolvimento económico da mesma forma que a voz em gerações de tecnologia anteriores”, disse Chris Williams, partner da Deloitte, focado no sector das telecomunicações.

“Esse relatório fornece a primeira quantificação séria do impacto e confirma as expectativas do sector. Os decisores políticos devem considerar as implicações deste estudo na forma como apoiam o desenvolvimento da utilização de dados em mobilidade “.

“Até o final de 2012  o total do número de ligações móveis atingirá  6800 milhões e uma penetração de 45% quanto ao número de assinantes de serviços móveis “, disse Tom Phillips, director da GSMA para assuntos de governo e regulamentação. “Neste período de incerteza económica, os governos devem olhar para o sector das comunicações móveis como um parceiro fundamental para o crescimento económico e implementar políticas capazes de estimular o investimento em infra-estrutura de banda larga, o que melhorará a produtividade, assim como políticas para fomentar o desenvolvimento de novos serviços que impulsionem a economia e beneficiem a sociedade. ”

O impulso da 3G

O aumento de ligações 3G, associado à proliferação de dispositivos compatíveis com serviços de dados que permitem a conectividade móvel à Internet, levou a um enorme crescimento no uso de dados em mobilidade. A utilização deste forma de comunicação aumentou mais de 100% durante o período de 2005-2010, em cada um dos 96 países da amostra. Em países da Europa Ocidental, o aumento foi de 350%.

O impacto do uso de dados móveis é mais forte em países onde o nível médio de consumo desses serviços por conexão 3G é comparativamente maior. Países caracterizados por um maior nível de uso das ligações 3G para dados, como a Rússia, o Reino Unido e a Coreia do Sul, tiveram crescimentos até 1,4% no PIB per capita.

O efeito é mais limitado nos países em que o uso de dados em mobilidade é hoje menos comum, como a China, a Índia, o México e a África do Sul. “O estudo é uma contribuição importante para o crescente número de evidências empíricas demonstrando o impacto da banda larga no crescimento económico”, disse Robert Pepper, vice-presidente de política global de tecnologia da Cisco.

“O facto de o aumento do uso de banda larga móvel de alta velocidade implicar maior renda per capita sublinha a necessidade de um maior investimento em redes móveis e de políticas públicas capazes de incentivar o mesmo, incluindo a atribuição de mais espectro de rádio”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado