Nokia e Google com resultados aquém de expectativas

As vendas de smartphones da Nokia caíram 63% face ao terceiro trimestre de 2011. O volume de negócios da Google até cresceu, mas as receitas e os resultados liquidos não correponderam às previsões e as acções da empresa estão em queda.

A Nokia continua em dificuldades  e no terceiro trimestre de as vendas unitárias de smartphones caíram 63% face ao período homólogo. A Google revelou também resultados do exercício para o mesmo período tendo o seu volume de negócios ascendido a 11,33 mil milhões de dólares, abaixo dos 11,86 mil milhões previstos.
O volume de negócios da Nokia no terceiro trimestre ascendeu  a 7,2 mil milhões de euros, caindo 19% face aos números do mesmo trimestre do  ano anterior. O prejuízo líquido cresceu de  68 milhões para  969 milhões.
As vendas estarão em retracção devido a expectativas criadas no mercado com o lançamento de smartphones da Nokia equipados com Windows Phone 8. Mas a própria empresa alerta que os mercados não devem alimentar grandes expectativas.
Os smartphones  serão caros  e serão lançandos em Novembro, numa altura já atrasada consierando a  época de compras. O fabricante revelou a intenção de lançar smartphones para segmentos de preço mais baixos, em 2013.
A empresa vendeu um total de 82,9 milhões de telemóveis, dos quais 6,3 milhões eram smartphones (incluindo 2,9 milhões de dispositivos Lumia). No mesmo período do ano passado a empresa vendeu 106,6 milhões de telemóveis, incluindo 16,8 milhões de smartphones.
Acções da Google caíram 10%
As acções da Google caíram 10%  porque a empresa perdeu receita e as expectativas de lucro líquido foram defraudadas.
As suas receitas ficaram nos 14,10 mil milhões de dólares no trimestre findo a 30 de Setembro de 2012,  registando um aumento de 45% (de ano para ano), segundo o que parece ser uma versão preliminar de um comunicado de imprensa publicado no site da U.S. Securities and Exchange Commission.
Subtraindo comissões e outras comissões pagas a parceiros de publicidade, a receita fica nos 11,33 mil milhões, abaixo da expectativa consensual de 11,86 mil milhões  de dólares, proposta por analistas financeiros ouvidos pela Thomson Financial.
O lucro líquido foi de 2,18 mil milhões, ou 6,53 dólares por acção, face aos 2,73 mil milhões dólares, ou 8,33 dólares por acção, concretizados no terceiro trimestre de 2011.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado