Google, Apple e Microsoft: os melhores empregadores

A indústria de software é a mais representada em estudo do LinkedIn, com o Facebook a aparecer em quarto lugar.

A Google é o empregador mais desejado do mundo, seguida pela Apple, Microsoft, Facebook e Unilever, de acordo com um estudo do LinkedIn.
Outra descoberta interessante é a atração pelo sector da tecnologia. O software foi a indústria mais representada na lista, e a Google aparece em primeiro em várias categorias nos rankings globais do LinkedIn.
Os resultados são baseados nas listas InDemand Employer (algo como empregadores desejados) que o LinkedIn diz serem alimentados pelo índice Talent Brand, um novo serviço gratuito para clientes do Talent Solutions da rede.
O novo serviço analisa interações que ocorrem a cada ano entre os mais de 175 milhões de membros do LinkedIn e as empresas na rede.
O LinkedIn disse em comunicado que este serviço permite às empresas medir e comparar a força da sua marca como empregador.
Grandes marcas globais estão bem representadas no ranking, mas 50% das 100 principais têm menos de 7 mil funcionários.
“Uma marca forte junto ao consumidor ajuda, mas não é essencial”, disse a empresa. “Potências de consumo como Coca-Cola e Nike apareceram no topo, mas também empresas de serviços profissionais, como McKinsey & Company e companhias B2B como a GE”.
“Cerca de 70% das empresas consideram a sua atração como empregador como uma das suas maiores prioridades, pois elas competem cada vez mais pelos grandes talentos”, disse Steve Barham, director sénior do Talent Solutions do LinkedIn. “A capacidade de entender melhor como a sua empresa é vista entre as principais audiências profissionais capacita você a tomar medidas para atrair as pessoas que mais deseja contratar”.
A lista dos melhores empregadores europeus sera revelada no evento LinkedIn Talent Connect Europe, a 23 de Outubro.
(MIS Asia/IDG Now!)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado