Marissa Mayer nomeia outro ex-Google como COO do Yahoo

Português Henrique de Castro vai assumir um dos cargos de topo da empresa.

A CEO do Yahoo, Marissa Mayer, nomeou outro funcionário da Google como seu próximo “chief operating officer” (COO) esta segunda-feira, no seu primeiro dia de regresso ao trabalho após o nascimento do seu filho.
Henrique de Castro, anteriormente vice-presidente do grupo de soluções de negócios mundial da Google, irá juntar-se à empresa a 22 de Janeiro (ou antes, se conseguir sair da google entretanto), e reportará directamente a Mayer. Ele irá gerir as vendas, operações, media e desenvolvimento de negócios em todo o mundo do Yahoo, disse a empresa.
Em agosto, surgiram notícias de que a empresa estava à procura de um COO com “experiência de recuperação” (“turnaround”).
Numa declaração, Mayer elogiou a experiência de Castro na operação de um negócio de publicidade online e na construção de uma organização global.
Antes de entrar para a Google, Castro geriu as actividades de vendas e desenvolvimento de negócio da Dell na Europa, tendo sido antes consultor da McKinsey.
Castro necessita de um visto para trabalhar nos EUA e, se o não obtiver até à altura de se juntar ao Yahoo, ficará baseado em Londres e trabalhará para a subsidiária da empresa no Reino Unido, de acordo com documentos entregues pelo Yahoo à U.S. Securities and Exchange Commission.
Estes documentos revelam que o Yahoo vai pagar a Castro um salário de 600 mil dólares e um bónus por desempenho de cerca de 540 mil dólares. Ele irá também receber um prémio único de retenção de até 36 milhões de dólares em acções e opções de acções com base no seu desempenho e mais um milhão de dólares em dinheiro e 20 milhões de dólares em acções para o compensar pelos rendimentos perdidos por deixar a Google.
Mayer também só recentemente entrou para a empresa vinda da Google. O Yahoo anunciou a nomeação de Mayer como CEO a 16 de Julho e ela começou a trabalhar no dia seguinte.
O seu antecessor, Scott Thompson, renunciou em Maio, depois de apenas cinco meses no cargo, na sequência de um escândalo de deturpação das suas qualificações académicas.
No mês passado, Mayer nomeou Ken Goldman como CFO para substituir Tim Morse, que vai deixar o Yahoo no final do ano. Goldman tem um longo histórico como CFO na indústria de tecnologia, tendo trabalhado recentemente na empresa de segurança Fortinet e antes na Siebel Systems, [email protected], Sybase e nos fabricantes de processadores Cypress Semiconductor e VLSI Technology, de acordo com o Yahoo.
Mayer vai revelar alguns detalhes dos seus planos para o Yahoo durante uma teleconferência com analistas financeiros a 22 de Outubro, revelou a empresa.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado