ACEPI assina protocolos com associações brasileira e britânica

IMGR e Câmara-e.net são as novas parceiras de colaboração da organização portuguesa de eCommerce e publicidade interactiva.

A Associação do Comércio Electrónico e da Publicidade Interactiva assinou terça-feira protolocoloos de colaboração com duas congénere: a IMGR,  a associação de comércio eletrónico do Reino Unido e com a Câmara-e.net – associação brasileira de comércio electrónico.
No âmbito do protocolo celebrado com a primeira entidade –  assinado por Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI e  James Roper, presidente da C – as duas associações irão trabalhar em conjunto para fornecer às empresas portuguesas mais informação sobre o mercado nacional e internacional do comércio electrónico.
O protocolo de colaboração com a associação brasileira tem como objectivo o reconhecimento mútuo (Brasil/Portugal) de assinaturas e certificação digital em cooperação com os governos dos respectivos países. Ludovino Lopes – presidente da associação brasileira de comércio electrónico, foi quem representou a Câmara-e.net, na assinatura.
No âmbito do protocolo, as duas associações vão organizar comitivas, com empresas dos dois países em visitas destinadas a dinamizar a presença dos empresários portugueses no Brasil, e dos empresários brasileiros em Portugal no âmbito da Economia Digital. Tencionam também promover a criação de um ”Conselho Interatlântico Digital”, formado por peritos de ambos os países.
“Na vertente da sua atuação internacional, a ACEPI tem vindo a apostar numa representação cada vez mais ampla, integrando hoje as Associações e os Fóruns internacionais mais relevantes do sector à escala mundial. Acreditamos que os dois protocolos hoje assinados se integram nesta estratégia que temos vindo a prosseguir com sucesso, e que muito contribuirão para apoiar as empresas portuguesas e para dinamizar a economia nacional colocando Portugal na rota internacional do comércio electrónico e da economia digital, negócios que por definição são, como nenhum outro, globais”, afirmou Alexandre Nilo Fonseca, presidente da Associação do Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva (ACEPI).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado