Telefónica e Conselho de Lisboa lançam StartUp Europa

Acordo de três anos para impulsionar espírito empreendedor no espaço europeu.

A operadora espanhola Telefónica e o Conselho de Lisboa, “think thank” baseado em Bruxelas, anunciaram um acordo a três anos para criar a StartUp Europa, um centro de excelência que visa promover e apoiar os empresários e a criação de emprego na zona europeia.
A StartUp Europa pretende conter a actual “fuga de cérebros” da região e, assim, ajudar os jovens e estimular o desenvolvimento tecnológico e o empreendedorismo. Segundo o acordo entre a Telefónica e o Conselho de Lisboa, um dos principais mecanismos para inverter esta tendência é a rápida criação de centros de inovação que estimulem o empreendedorismo em toda a Europa, com o objectivo final de contribuir para a região recuperar a liderança em tecnologia e inovação.
A Telefónica e o Conselho de Lisboa estão a desenvolver uma comunidade interdisciplinar para ajudar a estabelecer as bases de profissionalismo e rigor intelectual necessários para os jovens empresários europeus criarem novos projectos tecnológicos, promover o progresso e gerar inovação.
Um dos objectivos da iniciativa é estabelecer um novo Indicador de Empreendedores que ofereça às empresas jovens a liderança intelectual e ideias e informações sobre investigação, bem como um caminho mais rápido para se integrarem em programas corporativos de acção social já existentes como o Telefónica Think Big, o plano para acelerar o progresso tecnológico Wayra, a iniciativa de aprendizagem Talentum e o programa Think Big Youth.
Além disso, o StartUp Europa identificará indivíduos e organismos chave para desenvolver um ecossistema propício ao florescimento da inovação e da audácia empresarial e estabelecer relações com eles. Estabelecerá ainda um conselho consultivo de alto nível e promoverá uma estratégia de sensibilização destinada a políticos, empresários e líderes de opinião.
Segundo Máire Geoghegan-Quinn, Comissária para a Investigação, Inovação e Ciência da Comissão Europeia, “como o Conselho de Lisboa e a Telefónica tão justamente assinalam, precisamos de mais empresas jovens com potencial de crescimento. Recebo, portanto, com grande interesse a iniciativa StartUp Europa. Com o desemprego de jovens em níveis tão altos, a iniciativa não poderia vir em melhor hora, por isso tenho o prazer de elogiar a iniciativa do Conselho de Lisboa e da Telefónica. Muitas vezes, acreditamos que os jovens não têm a formação e experiência necessárias quando, na verdade, são capazes de entender as novas e transformadoras tecnologias de tal forma que outras gerações não são capazes”.
(Network World/Computerworld.es)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado