Depois do FBI, LulzSec com dados sobre 12 milhões de utilizadores de iOS

Dados sobre a identificação de um milhão de utilizadores dos smartphones iPhone e dos tablets iPad foram divulgados na Internet.

Os LulzSec reapareceram, desta vez alegando que o FBI está a vigiar os utilizadores de dispositivos iOS. Eles afirmam ter copiado informação de um computador de um agente do FBI, contendo mais de 12 milhões de Unique Device IDs (UDID) da Apple, com a informação pessoal associada. E publicaram uma pequena parte – cerca de um milhão de registos – como prova.
Comentários sobre o assunto variam de tentar encontrar o traidor a considerar o caso como uma catástrofe para a privacidade. Surgiu entretanto um site que permite validar se o UDID de cada dispositivo foi comprometido.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado