Lenovo e EMC estabelecem parceria

A conjugação de esforços prevista deverá ajudar o fabricante de equipamento de armazenamento a expandir a sua actividade na China. A Lenovo melhora a sua oferta em armazenamento e servidores.

A Lenovo e a EMC firmaram uma parceria para desenvolverem e venderem servidores e tecnologia de armazenamento. A estratégia inerente passa por explorar o mercado chinês.
A parceria deverá melhorar a posição da Lenovo no mercado de servidores e do armazenamento. A EMC obtém um acesso facilitado ao mercado chinês e outros mercados de alto crescimento, explicaram as empresas num comunicado.
A Lenovo está a crescer rapidamente e possivelmente tornar-se-á o maior fabricante de PC do mundo ainda este ano, dominando já o mercado doméstico da China. A EMC, de acordo com a IDC, é o maior fornecedor global de discos externos e sistemas abertos de armazenamento em rede baseados em disco.
Ambas as empresas têm, no entanto, mais margem para se expandirem no segmento de servidores e armazenamento da China. No ano passado, a Lenovo teve a maior quota de mercado, 10,5%, para o mercado de servidores x86, atrás da Dell, IBM e HP – segundo a Gartner.
Quanto à EMC, a empresa realizou 297 milhões de dólares em hardware de armazenamento, no país, a sendo líder de mercado, disse Jimmie Chang, analista da Gartner. Mas a maioria das vendas de armazenamento referem-se a grandes empresas. A EMC quer chegar às PME da China, acrescentou.
Como parte da aliança, as empresas elaboraram um programa de desenvolvimento de tecnologia destinada a melhorar a servidores de tecnologia x86 da Lenovo. A mesma será incorporada em determinados sistemas de armazenamento da EMC, ao longo do tempo. A Lenovo também vai fabricar e revender produtos de rede da EMC de armazenamento para clientes na China, e eventualmente outros mercados.
No âmbito da parceria, a Lenovo e a EMC também vão estabelecer uma joint venture para vender sistemas NAS (Network Attached Storage) para PME. A operação vai aproveitar certos recursos da Iomega, mas será maioritariamente detida pela Lenovo.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado