Site dos Jogos Olímpicos com péssimo desempenho

London2012.com teve o pior desempenho possível, o que pode acarretar problemas para quem quer saber mais sobre as Olimpíadas.

O site oficial dos Jogos Olímpicos teve o pior desempenho possível em testes para avaliar a experiência do utilizador em diversas páginas sobre os jogos deste ano.
A lista dos outros sites testados inclui o londonolympics2012, visitlondon.com/london2012, timeout.com/London/Olympics-2012, tfl.gov.uk e lastminute.com, todos com expectativa de elevada procura e tráfego durante o evento.
A Compuware concluiu a sua análise no último dia 9, utilizando a sua nova ferramenta SpeedoftheWeb, onde os sites foram testados de acordo com 15 indicadores de desempenho relativos à experiência do utilizador, browser, conteúdo, rede e servidor. O desempenho das páginas foi conferido de acordo com o Alexa 100, um índice global da Web.
O London2012.com ficou mal classificado em diversas áreas-chave. Por exemplo, a média do Alexa 100 para solicitações do servidor, que se foca no número de clientes/interacções do servidor necessárias para carregar o conteúdo de uma página Web, é de 61. Um elevado número de solicitações do servidor indica uma entrega ineficiente de conteúdo ao utilizador final. A página teve a pior classificação nesta prova, com 261 pedidos – comparados aos meros 36 do londonolympic2012.com.
Michael Allen, director de gestão de serviços de TI da Compuware, diz que o número elevado de pedidos pode trazer problemas ao site. “À medida que o tráfego aumenta, esperamos que alguns dos problemas de arquitectura que temos identificado se proliferem como um problema de desempenho. O número de pedidos, por exemplo, provavelmente estará bem se tiver apenas algumas centenas de utilizadores a acederem simultaneamente. No entanto, se forem milhares – que colocarão os servidores sob pressão – o acesso será negado, porque um servidor só pode ter um determinado número de ligações abertas”, disse Allen.
A empresa sugere que os administradores desses sites tentem agrupar imagens, como logótipos, num único pedido, de forma a reduzir a carga nos servidores.
Tempos de espera também foram um problema para o london2012.com. A quantidade gasta para que o browser pudesse começar a entregar recursos foi de 1,9 segundos, comparados aos 0,04s do lastminute.com. Isto provavelmente acontece devido a uma lenta ligação de rede ou a um grande número de dados que têm de ser entregues. O tempo total de espera para carregar todo o conteúdo da página foi de 12,2 segundos, em comparação com a média de 4,9 do Alexa 100 e apenas 2,3 do londonolympic2012.com.
Além disso, a quantidade de tempo gasto na execução da lógica “client-side” implementada no JavaScript foi de 3,7 segundos para o london2012.com, em comparação com os 0,8 do Alexa 100 ou os 0,4 do londonolympic2012.com.
(Computerworld UK/IDG Now!)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado