Será Marissa Mayer capaz de salvar Yahoo do fracasso?

A contratação da executiva de longa data da Google é uma elevada aposta em alguém de fora da empresa, mas que pode virar a situação do Yahoo.

A decisão do Yahoo em contratar como nova CEO da empresa Marissa Mayer, executiva de longa data do Google, é uma aposta em uma líder forte e competente, apesar de ser alguém sem experiência nos principais negócios da companhia, de acordo com a visão de alguns analistas.
Mayer recebe muito crédito por gerar uma experiência de usuário muito mais limpa em diversos produtos do Google que ela dirigia até então, como serviços de localização e mapas. Todavia, o histórico da executiva não inclui mídia ou anúncios. O Yahoo se descreve como uma companhia de mídia, e exibe publicidade para obter sua receita, de acordo com Rebecca Lieb, analistas do Altimeter Group.
Já o analista da Gartner, Allen Weiner, afirma que Mayer não foi a “escolha segura” para o Yahoo porque sua experiência está muito mais centrada em produtos do que em mídia, que é o foco do Yahoo, “entretanto ela é uma ótima escolha em várias instâncias – a mesa de diretores, o público, os anunciantes, os usuários – todos ficarão muito felizes com o que ela representa em termos de histórico, experiência e presença” argumentou Weiner.
A primeira tarefa de Mayer, de acordo com Weiner, deve ser persuadir o CEO interino, Ross Levinsohn, que possui experiência com mídia, a ficar por perto para compartilhar sua experiência, apesar de estar sendo retirado do cargo mais alto da empresa. A executiva também precisará contratar “equipes fortes” que possam gerenciar o negócio de exibição de anúncios do Yahoo, o que não é uma parte significativa do que o Google faz, apontou Lieb. Bons líderes precisam contratar pessoas para se fortalecerem, contudo a CEO deve atrair mais talentos ao Yahoo do que a empresa tem feito até agora. “Muitas pessoas do Vale do Silício diriam aos quatro ventos que vão trabalhar com Marissa, porém poucos contariam a alguém que trabalharão no Yahoo”, explicou Lieb.
A experiência de Mayer ao trabalhar com os produtos do Google, sublinhou Lieb, pode ajudar a solucionar alguns do problemas do Yahoo: focar na extensa oferta de soluções da companhia. “No momento, o Yahoo é uma empresa sem fundo. É impossível descrever em poucas palavras o que ela faz, e Mayer tem as habilidades para acabar com isso. A executiva é comprometida com mensagens de marcas limpas, simplicidade, clareza e experiência de usuário requintada, coisas que o Yahoo precisa desesperadamente”
Por fim, liderar uma companhia que passa por dificuldades é uma tarefa de alto risco, mas que pode ser uma grande recompensa para Mayer, opinou Weiner. “Se ela for capaz de virar a mesa a favor do Yahoo, ela pode se tornar uma lenda assim como Steve Jobs”.
(IDG News Service/IDG Now!)


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado