Parlamento Europeu aprova financiamento para TI

A assembleia europeia aprovou a fase inicial do Project Bond Initiative para garantir títulos empresariais no valor de 230 milhões de euros que sejam usados para financiar infra-estruturas: 20 serão destinados a investimentos em TIC.

O Parlamento Europeu aprovou a fase piloto de um  plano de financiamento destinando 20 milhões de euros para garantir a emissão de títulos privados de empresas, representativos de investimentos em projectos de TI. No total, esta fase do plano Project Bond Initiative reservará 230 milhões de euros para suportar investimentos em infra-estrutura: 200 milhões são destinados para investimentos em redes de transportes, 20 milhões em TIC e 10 milhões de conexões de energia.
O sistema será gerido pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) e tem como objectivo atrair o investimento privado em projectos de transporte, energia e novas tecnologias da informação.
A fase piloto, aprovada com os 579 votos a favor, 32 contra e 9 abstenções, procura tornar estes títulos mais seguros e actractivos para investidores nos mercados de capitais – tais como gestores de fundos de pensão e fundos mútuos.
As  autoridades europeias estimam que o plano terá um efeito multiplicador entre 15 e 20 vezes o investimento inicial: assim as garantias deverão permitir a mobilização de quase 4600 milhões em investimento privado.
Os títulos serão emitidos este ano e no próximo preparando o terreno para uma utilização mais ampla possível pelo mecanismo de “Connecting Europe”, quando entrar em vigor, o novo quadro financeiro para o período 2014-2020. A idéia é avaliar a receptividade que tenham nos mercados financeiros e optimizar a sua utilização ao longo dos dezoito meses, seguintes.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado