Google envia propostas à Comissão Europeia

O chairman da empresa, Eric Schmidt, enviou quatro propostas para resolver questões monopolistas apontadas pelo comissário europeu da concorrência, Joaquin Almunia, no âmbito de uma investigação de que a organização está a ser alvo.

O chairman executivo da Google, Eric Schmidt, enviou uma carta com planos para resolver quatro problemas de monopólio apontados pela comissão anti-monopolista da União Europeia. Os detalhes das propostas não foram revelados.
O comissário responsável pela investigação, Joaquin Almunia, considera que a empresa impede a competição e discrimina os seus concorrentes. E deu à Google a oportunidade de corrigir as suas práticas.
Almunia pediu a Google para esta apresentar propostas de centrados em quatro temas:
– a promoção de seus serviços de busca especializada;
– a cópia de textos de opinião de utilizadores sobre restaurantes e de viagens de sites concorrentes;
– os contratos com anunciantes que cerceam a concorrência no sector de publicidade online, ao impedi-los de fazerem publicidade noutros motores de busca rivais.
O comissário avisou em Junho de que mandaria ao Google uma queixa formal, que poderia resultar em várias restrições ou a uma multa de quase quatro mil milhões de dólares – se as respostas não forem satisfatórias.
“Três dos quatro problemas são fáceis de resolver”, disse Greg Sterling, analista da Opus Research, à Bloomberg. “O problema é a colocação de resultados de ‘conteúdo Google’ em posição privilegiada nas buscas, porque isso mexe com o fundamental da capacidade da empresa em controlar a experiência de busca”.
(com IDGNow)




Deixe um comentário

O seu email não será publicado