PT registou duas candidaturas a domínios genéricos

“Meo” e “Sapo” são os dois nomes de domínio genérico de topo (gTLD) pedidos pela empresa à ICANN. O número total de candidaturas excedeu as expectativas da entidade gestora atingindo 1930.

A PT Comunicações candidatou-se a dois domínios genéricos de topo (generic Top Level Domains), com os nomes “Meo” e “Sapo”. Para cada candidatura, a ICANN exigia o pagamento de 185 mil dólares, perto de 147,6 mil euros.
O número total de candidaturas excedeu as previsões da organização, chegando às 1930, enquanto as estimativas apontavam para valores acima dos 1200, mas não tanto.
Muitas multinacionais conhecidas candidataram-se a domínios com o seu nome. Foi o caso da Apple (.apple) e do Barclays (.barclays). Houve também candidaturas a nomes de produtos, como a Sony: a qual pediu para gerir o gTLD “.playstation”.
Prevê-se que algumas candidaturas sejam feitas apenas com a intenção de proteger marcas. Mas outras revelam ou sugerem intuitos mais interessantes.
A Google, Microsoft e Amazon enquadram-se nesse grupo de proponentes. Entre os gTLD que propuseram estão nomes como.tunes, .app, .author, .aws, .book, .bot, .buy, .call, .circle, .cloud, .coupon, .deal, .dev, .fast, .free, .game e .play.
Há  entretanto muitos gTLD com múltiplas candidaturas, como é o caso do .art.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado